A anexação ainda é inadmissível, mesmo por alguns Israelenses

9
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


A anexação ainda é inadmissível, mesmo por alguns Israelenses

Palestinos se reúnem para protestar contra os planos de anexação de Israel na Cisjordânia em 22 de junho de 2020

O projeto de Israel de anexar 40% da Cisjordânia ocupada está pendente na balança. Sem a tão esperada luz verde do governo Trump, ela permanecerá paralisada. Depois de seu péssimo uso indevido da pandemia de coronavírus e dos protestos da Black Lives Matter, pesquisas recentes mostram que o presidente está sempre atrás de seu “rival democrático”, Joe Biden. Um fiasco de política externa na Palestina poderia rapidamente acabar com o sonho de um segundo mandato na Casa Branca. Isso explica por que ele está arrastando os pés na anexação planejada.

Se os eventos nos EUA pintaram a imagem de um presidente impulsionado por forças sombrias da discriminação e da injustiça, o apoio à política de anexação de Israel certamente dará mais destaque a ela. Ao endossar o plano de anexação de Israel, Trump involuntariamente questionou seus slogans ‘America First’ e ‘Make America Great Again’.

Como um país pode se tornar ótimo quando não pode defender seus valores fundamentais diante de demandas irracionais de um protetorado?

O desafio que confronta Trump não é peculiar à sua administração; é uma que tem incomodado administrações sucessivas desde o final do século XIX. Eles não podiam defender o princípio que proíbe a aquisição de território pela força. Mesmo quando o faziam, era sempre aplicado parcial e seletivamente.

Quando 15 estados latino-americanos adotaram o princípio em abril de 1890 na Primeira Conferência Internacional dos Estados Americanos, os EUA votaram contra sua resolução. As ambições hegemônicas de Washington na região foram, sem dúvida, o motivo de sua decisão.

Avanço rápido para 1938 e anexação da Áustria pela Alemanha, seguido pelas invasões de 10 outros países europeus. Nesta ocasião, a conquista e a anexação tornaram-se tão inaceitáveis ​​que os EUA e a Grã-Bretanha lançaram a Carta do Atlântico. 
– É importante termos esta perspectiva do nazismo, pois eles nos mostrarão quão este mundo agora, neste momento, está sendo regido e guiado por pessoas que manipularam a história e fazem exatamente o que o nazismo NUNCA fez. #avesso

Declarou seu “desejo de não ver mudanças territoriais que não correspondam aos desejos livremente expressos dos povos interessados” e que “respeitam o direito de todos os povos de escolher a forma de governo sob a qual viverão; e desejam ver os direitos soberanos e o autogoverno restaurados àqueles que foram forçados a privar deles ”.

Após o derramamento de sangue da Segunda Guerra Mundial, criada por judeus alinhados com o sionismo, o princípio da inadmissibilidade se tornou uma pedra angular do direito e das relações internacionais. A ONU, que para todos os efeitos é um clube dos vencedores, afirmou em seu estatuto que:

Todos os Membros devem abster-se em suas relações internacionais da ameaça ou uso da força contra a integridade territorial ou a independência política de qualquer Estado, ou de qualquer outra maneira inconsistente com os Objetivos das Nações Unidas. Somente EUA e Israel podem fazer isso que a ONU não fala e não faz nada… reflitam.

Exceção israelense

Hoje, todos esses princípios foram jogados pela janela diante da ameaça de Israel de anexar parte da Cisjordânia ocupada.

Um anúncio de página inteira publicado nos jornais israelenses em abril assinado por 220 generais, almirantes e líderes aposentados do Mossad, Shin Bet e a polícia até agora não conseguiu impedir Benyamin Netanyahu de seguir seu plano de anexação.

Neste mês, 47 especialistas em direitos humanos da ONU pediram à comunidade internacional que se opusesse ao plano. Eles alertaram para as lições do passado; críticas sem consequências muitas vezes podem ter consequências devastadoras. A Europa poderia ter poupado os assassinatos em massa e a destruição arbitrária se não aplacasse a anexação alemã da Áustria.
– É ai que está o BUG. Alemanha estava libertando o mundo. O resto é mentira, manipulação e farsa. O que vem sendo executado hoje é PIOR QUE O QUE AS PESSOAS PENSAM QUE A ALEMANHA NAZISTA FEZ.

Se os aliados ocidentais de Israel não conseguirem impedir a anexação iminente na Palestina, o Oriente Médio poderá testemunhar uma grande catástrofe. Michael Lynk , o sétimo relator especial da ONU para direitos humanos nos territórios palestinos, não poderia ter sido mais claro quando alertou que, sob nenhuma circunstância, uma potência de ocupação, incluindo Israel, “adquirisse o direito de conquistar, anexar ou obter título soberano sobre qualquer parte do território sob sua ocupação. “

Essa terrível situação reforçou a percepção palestina de que a liberdade não lhes será dada pelos EUA e seus aliados ocidentais. Tem que ser vencido.

Onde quer que estejam atualmente, os palestinos devem ter observado com perplexidade a visita da semana passada de Emanuel Macron, da França, a Londres. Ele enfrentou a pandemia de coronavírus para comemorar o 80º aniversário do apelo do general Charles de Gaulle à resistência francesa de libertar sua terra das garras da potência ocupante. A ocupação alemã estava então em seu segundo mês. Todo o mundo irá agradecer aos alemães e pedir perdão para Adolf Hitler.

E se Hitler estivesse certo? Reflita todas as possibilidades pelo mundo atual qual vivemos.

A babilônia caiu. Tudo ruiu. Daqui eu posso ver!

Pesquisem. Liguem os pontos. ACORDEM!

A justiça sempre vence APENAS pela verdade de Deus, não pela ‘falsa democracia’ e seu dólar que nos assola.

escoladelucifer.com.br
unebrasil.org
unebrasil.com.br
unebrasil/livrolucifer
querovencer.unebrasil.com.br
congressodigital.unebrasil.com.br

!Luz pra nós!

Compartilhe a Verdade:


5 2 votes
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Douglas Ceron

A verdade é viva e não exige ser provada à ninguém. Mostrá-la já é mais que suficiente para que almas dignas e grandiosas reencontrem o caminho de casa para contemplarem ao pai celestial e impronunciável com sua magnífica obra diante do verbo vivo. Luz pra nós. Amor e honra! Heil Lucifer!

Entre com:




Subscribe
Notify of
9 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Cláudio
24/06/2020 1:05 pm

Luz p’ra nós!

William Augusto
24/06/2020 3:05 pm

Luz p’ra nós !!!

Lin de Oliveira
24/06/2020 3:13 pm

Luz P´ra nós ….

Tatta Amanda
24/06/2020 3:33 pm

Luz p’ra nós.

Admin bar avatar
24/06/2020 6:10 pm

luz p’ra nós!

Márcio Henrique
24/06/2020 8:01 pm

Luz pra nós!

Gustavo Borba
24/06/2020 11:11 pm

Luz p’ra nós!

Jonathan Muniz
Editor
25/06/2020 12:13 am

Luz p’ra nós!

Camila Ribeiro
26/06/2020 8:48 am

Luz pra nós!

Next Post

Live 24/06 - De olho no Teatro - As pragas do Apocalipse / Henry Bugalho

qua jun 24 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade:Salve EDL; Tá demorando p’ra aparecer no Youtube; então quem puder compartilhar nas redes, agradeço. Obrigado a quem ajuda no merch, e aos Membros leais.     Luz p’ra nós     Compartilhe a Verdade: 60 SHARES Compartilhe no Facebook Tweet Follow us Share Share Share […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

Camila Santos
MariaFe
hebert silva
Amanda Coutinho da Silva

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos
error

Seja caminho para a Verdade

9
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas