Brasil teve o partido nazista com maior número de filiados fora da Alemanha

12
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


Um levantamento recente apontou que existem mais de 300 células neonazistas em atividade atualmente no Brasil. Mas a história dessa ideologia no Brasil é antiga. Fundado no final da década de 1920, o Partido Nazista Brasileiro chegou a ter cerca de três mil membros, perdendo apenas para seu equivalente alemão em número de filiados.

A versão brasileira do Partido Nazista surgiu em 1928 na cidade de Timbó, no interior de Santa Catarina, cinco anos antes de Adolf Hitler se tornar chanceler da Alemanha. A forte presença de alemães na região sul do Brasil foi fundamental para a consolidação do partido. Em meados da década de 1930, havia mais de um milhão de alemães e descendentes no Brasil, a maior parte em Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Mas a presença do Partido Nazista não se restringiu ao sul do país: a legenda chegou a se espalhar por 17 estados, entre eles Bahia e Pernambuco. A adesão era mais forte entre os imigrantes que vieram para o Brasil entre os anos 1920 e 1930 para fugir da grave crise econômica que atingiu a Alemanha após a Primeira Guerra Mundial. Essa nova leva de alemães tinha mais contato com a ideologia nazista do que seus antecedentes que chegaram no fim do século XIX.

Após a ascensão de Hitler ao poder, a adesão à legenda aumentou.  As atividades nazistas no Brasil eram coordenadas pela embaixada alemã no Rio de Janeiro e pelos consulados, especialmente os de Porto Alegre, Curitiba e São Paulo. Os agentes do partido tiveram à sua disposição diversos organismos e associações que permitiram uma propaganda intensa. Além disso, houve a infiltração de pessoas nas principais sociedades recreativas e culturais e nas escolas teuto-brasileiras. Nas cidades maiores, foram estabelecidos diretórios do partido (chamados Ortsgruppe — grupos locais) para coordenar as atividades.

Diretório do Partido Nazista em Florianópolis (SC)

 

Como a comunidade judaica no Brasil era relativamente pequena, o contato entre alemães e judeus era raro.  Não há histórico de confrontos abertos entre as etnias.

Apesar do grande número de filiados, a legenda não tinha pretensões de concorrer a eleições nacionais. O Partido Nazista nem ao menos era registrado na Justiça Eleitoral do Brasil. Como os nazistas não se intrometiam na política nacional, as autoridades do país não davam muita importância para eles.

Mas, com a consolidação do Estado Novo de Getúlio Vargas, o governo brasileiro mudou seu posicionamento em relação à ação nazista. Mesmo tendo angariado a participação de apenas 3% da comunidade alemã no país, o Partido Nazista se tornou motivo de preocupação. Antes tolerada, agora a atividade era vista como um perigo à estabilidade política e à soberania nacional.

Com a campanha de nacionalização instituída por Vargas, a comunidade alemã passou a sofrer com uma série de restrições que incluíam até mesmo a proibição do uso do idioma alemão. Nesse cenário, foram tomadas diversas medidas que aniquilaram as bases que suportavam a atividade política dos nazistas no Brasil. Por fim, um decreto de 18 de abril de 1938 colocou o Partido Nazista e todas as outras agremiações políticas estrangeiras na clandestinidade.

 

Em 1937, os nazistas comemoraram o dia 1º de Maio em Porto Alegre (RS)

 

Compartilhe a Verdade:



Compartilhe a Verdade!

12
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




11 Comment threads
1 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
10 Comment authors
RanierW.SilvaLucas SchwarzboldXablauAdmin bar avatar Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Catarina Melo
Admin

Tudo de conecta, estamos ai de volta representando o mesmo ponto, e no mesmo terreiro! Sempre dando a continuidade a revolução rumo a evolução! É lindo ver o verdadeiro lado da história! Somos um só povo de Deus! Luz pra nós!

Arthur Luighe
Membro

Luz p’ra nós

Arthur Luighe
Membro

Daora isso, já tinha pesquisado sobre mas não sabia que chegava a tanto assim as sociedades alternativas a favor do Nazismo no Brasil, gostei.
Luz p’ra nós!

Victória
Membro

Brasileiros do lado da justiça
Luz p’ra nós!

Matheus Reis Carmesini
Membro
Matheus Reis Carmesini

luz pra nós.

Douglas Ceron
Editor

Nada como encontrar Alemães e eles confirmarem que o nazismo que a história nos vendeu pela oficialmente contada é uma grande farsa. Mas né…
luz pra nós!

Admin bar avatar
Membro

Conhecendo a verdadeira história neste imenso Brasil. Luz p’ra nós!

Xablau
Membro

Luz pra nós!

Lucas Schwarzbold
Membro
Lucas Schwarzbold

Ficou muita coisa da cultura alemã no sul do Brasil, quando morei em Santa Catarina, na cidade de Guabiruba, via pessoas falando em alemão na rua e inclusive aprendi a pronunciar algumas frases, na padaria onde trabalhava era comum nas brincadeiras levantar o braço como saudação até.
A questão que fica é: Quando o congresso e o parlamento vão ser afetados pela Verdade pra temerem suas impunidades, o quanto de caos precisam pra implorarem uma direção? Nós estamos na firmeza da Verdade e essa é nossa força, tamo junto EDL, excelente matéria Rogério, Luz pra nós!

W.Silva
Membro

Luz p’ra nós!

Ranier
Membro
Ranier

Luz pra nós 🙏🏻

Ranier
Membro
Ranier

Luz p’ra pra nós 🍎

Next Post

Brasileira é premiada na ONU por filtro de água solar que mata bactérias

seg fev 10 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade:A baiana Anna Luísa Beserra só tem 22 anos, mas já coleciona uma série de conquistas. Do reconhecimento em olimpíadas de física, biologia, astronomia até premiações ligadas à inovação. E principalmente pelo Aqualuz, um purificador de água que usa os raios solares para matar bactérias e […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

Bruno Bauler
Luiz Cláudio
Paulo Henrique
Michelly
Rafael Luz

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos

Selo

300 Téritos

People who have earned this:

  • Admin bar avatar
error

Seja caminho para a Verdade

Pular para a barra de ferramentas