Destino vs Meritocracia: como Naruto trai seus próprios princípios

13
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


Encontrei o texto abaixo na internet e me chamou atenção, pois eu nunca tinha compreendido a parte que falava do clã hyuga, e sempre lamentei a morte do Neji que fiquei sabendo, sem nunca ter assistido até hoje o final.

Apesar da visão um tanto pragmática objetivista do autor, que mostra desconexão e falta de sintonia com o aspecto abstrato da realidade, manifestado em profecias e conexões de momentos teatrais, dinâmicas arquetípicas etc… Ainda é um bom argumento, e explica bem algumas questões sobre a história.

De fato o Naruto foi contra seus princípios, mas na minha visão, pelo mesmo motivo que nós mudamos tudo em nossa vida pra entender e nos sintonizar com a Verdade Viva em Deus e no Messias.

A realidade em que ele cresceu era binária, mas no mundo dele, como no nosso teatro mundial, as profecias se impõem, cedo ou tarde, ainda que muitos já estejam ariscos, receosos e descrentes, esquecidos e alienados do relógio cósmico que nunca perdeu seu compasso.

 

 

 

Segue o texto:

 

” Naruto é um dos animes mais influentes já feitos, bem como tem um dos mangás mais vendidos em todo o mundo. A obra é dividida em duas partes: A fase clássica e a fase Shippuden. Dentro da comunidade de fãs da série, é reconhecido que a fase clássica é superior, pois é perceptível que criador, Masashi Kishimoto, acabou banalizando alguns dos princípios que ele mesmo definiu lá atrás na obra. Acredito que o maior exemplo seja a disputa entre dois conceitos filosóficos, sendo eles o de destino e o de meritocracia.

Na fase clássica, durante o exame chunnin (espécie de vestibular do mundo ninja, representando a ascensão dentro da hierarquia daquele universo), há um confronto bastante emblemático entre Naruto e Neji. Nesse sentindo, é importante verificar como o modelo de estratificação social dentro do clã de Neji (Hyuuga) moldou a maneira dele enxergar o mundo. Seu clã é dividido em duas castas, uma que ocupa a casa principal (Soke) e outra que ocupa a casa secundária (Bunke). Os Bunkes são obrigados a servirem os Sokes por toda a vida, sendo, inclusive, tatuada uma marca na testas dos membros da “casta inferior” para que, caso desobedeçam, seja possível destruir as células do cérebro. Assim, Neji, por ser um Bunke, renegado a qualquer direito de escolha, passa a acreditar no conceito de destino.

No outro espectro do conflito, temos Naruto, o qual também carrega consigo uma trágica história de infância. Ele teve, ainda bebê, a besta demoníaca selada em seu corpo, bem como perdeu seus pais nesse período. Isso culminou em uma onde de preconceito e miserabilidade na vida de Naruto. No entanto, foi nas figuras de seus professores, como Iruka e Kakashi, que ele passou a desenvolver esperança e acreditar em si mesmo, levando consigo o conceito de meritocracia.

Essa dicotomia é bastante interessante de se observar porque foi, e ainda é, palco de diversos conflitos sociais. A relação entre as casas do clã Hyuuga tem paralelo direto com os sistema de castas na Índia ou com modelo de segregação racial do apartheid, já o pensamento de Naruto está intimamente ligado à mentalidade liberal, no que tange a questão de ascensão social.

Assim, é perceptível que, durante o duelo, há mais do que o combate físico entre Neji e Naruto, mas sim uma relação dialética entre os conceitos que cada um carrega. Ambos tentam, a sua maneira, convencer seu adversário que estão certos. Dessa forma, a vitória de Naruto nesta etapa do exame carrega consigo o simbolismo da derrota filosófica do destino, representando que todas as pessoas podem construir seus sonhos. Seria, mas Kishimoto, durante a fase Shippuden, cria um elemento que nunca havia sido sequer citado anteriormente: a mística profecia, em que durante gerações dois irmãos estarão destinados a entrar em conflito. Ironicamente, Naruto, o qual sempre defendeu que as pessoas são donas de seus futuros, passa a ser a “criança da profecia”, reencarnação do filho do Sábio dos Seis Caminhos.

Nessa perspectiva, Naruto torna-se uma peça de um sistema filosófico que ele sempre criticou. A obra talvez seja um dos maiores exemplos de contradição criativa ao longo de sua produção, tendo seu criador traído seu próprio argumento, o que tira todo potencial já demonstrado, tanto é que a morte do Neji, durante a fase Shippuden, perde bastante força porque o personagem não foi desenvolvido durante essa fase, contrastando com a era Clássica. Dessa forma, o que era, inicialmente, uma disputa simbólica entre liberdade e controle, bem como possuir implicações de conflitos sociais reais dentro de seu escopo artístico, passa a ser um pastiche de si mesmo, caindo no maniqueísmo de bem contra mal e de supostas profecias. ”

Lucas A. Lisboa

Compartilhe a Verdade:


5 2 votes
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Entre com:




Subscribe
Notify of
13 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Victor Hugo B. de Melo
22/06/2020 10:33 pm

Ainda vou me dedicar a assistir a uns episódios de naruto… Quando eu era criança gostava de DragonBall, embora não tenha acompanhado tanto quanto eu queria hahaha, na quela época dependia de ter ep’s passando na tv… Hoje temos tudo online. Dizem que Naruto é muito melhor.

Obrigado pelo post.

Luz p’ra nós

Last edited 16 dias atrás by Victor Hugo B. de Melo
Rayana
22/06/2020 11:41 pm

Muito interessante mesmo a análise!! Ha pouco o Sasuke acabou sair da Folha aqui rs, e o Naruto briga tentando impedir no Vale do Fim, não sabia que o Neji morre… vou tentar processar isso até o Shippuden… Gratidão!
Luz pra nós!

Marcio Alves Otero Barco Jr
22/06/2020 10:30 pm

Luz p’ra nós

Gustavo Borba
22/06/2020 11:19 pm

Luz p’ra nós!

22/06/2020 11:52 pm

nunca parei pra ver Naruto, vou prestar mais atenção nesse desenho já me disseram q é massa. vlw Mestre Rogério.
Luz p’ra Nós 🍎

Tatta Amanda
23/06/2020 7:46 am

Luz p’ra nós.

Admin bar avatar
23/06/2020 10:53 am

Sem dúvidas uma das melhores lutas do clássico. A história do gaara e a luta que eles travaram logo em seguida também foi histórica!
Além de toda a filosofia, naruto sempre lutava não em prol de vencer seus inimigos, mas sim de entende-los e trazer os mesmos sempre para o lado da ‘luz’ . Foi assim com gaara, itachi, sasuke, pain, obito e tantos outros…
Naruto é o mestre da alquimia dos Animes
luz p’ra nós

Luiz Cláudio
23/06/2020 12:43 pm

Luz p’ra nós!

Jonathan Muniz
Editor
23/06/2020 12:48 pm

Luz p’ra nós!

Arlete Lima
23/06/2020 12:55 pm

Recentemente comecei a ver, estou gostando…..

Camila Ribeiro
23/06/2020 2:38 pm

Luz pra nós!

MariaFe
23/06/2020 5:32 pm

Ainda não assisti Naruto, mas tem despertado um interesse em mim.. vou procurar assistir! Luz p’ra nós

Xablau
23/06/2020 9:32 pm

Luz pra nós!

Next Post

Robôs de Bolsonaro sobem hashtag errada no Twitter e pagam mico

seg jun 22 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade: O dia não está fácil para quem defende o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas redes sociais. Robôs que disparam tuítes sequenciais foram programados de forma errada, e acabaram subindo a hashtag #FechadoComBolsonaroAté2016 no Twitter. Mas 2016, como é bom lembrar, já passou.   A tática de usar alguns […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

Vinicius Queiroz
Reynaldo Mattar Neto (Buizão)
hebert silva
Gustavo Borba
Mateus Oliveira

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos
error

Seja caminho para a Verdade

13
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas