Devemos dizer alto e claro que não reconheceremos nem apoiamos Israel

8
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


Devemos dizer alto e claro que não reconheceremos nem apoiamos Israel

As vozes de todas as pessoas livres no Oriente Médio anunciaram em alto e bom tom que a maneira mais importante de acabar com a trama sionista dos EUA/ISRAEL é não reconhecer o “estado de Israel”, mas exercer o legítimo direito de resistir a ocupação usando todos os meios disponíveis. Eu compartilho essa visão.

Uma rápida revisão da cena palestina e árabe ao longo dos últimos 25 anos desde os Acordos de Oslo, ou mesmo desde Camp David, revela que o reconhecimento do estado inimigo em 78% da histórica Palestina não impediu o expansionismo colonial de Israel. Tal reconhecimento também falhou em convencer o estado de ocupação a reconhecer os direitos nacionais e históricos do povo palestino, especialmente o direito à autodeterminação e um estado independente em seu território nacional. Em vez disso, esses tratados aumentaram o apetite do inimigo, levando-o a continuar sua agressão e inundando a Cisjordânia ocupada, Jerusalém e Faixa de Gaza com sangue palestino. A limpeza étnica e os massacres necessários para concluir seu projeto racista de Judaisação na Palestina ocupada continuam inabaláveis.

De Oslo até hoje, o número de colonos ilegais aumentou de 140.000 para cerca de 1 milhão, e o número de assentamentos e postos ilegais dobrou. A Cisjordânia é agora uma ilha isolada, com 68% de sua área confiscada por Israel, que também tomou 86% de Jerusalém. Com efeito, isso acabou com a chamada solução de dois estados e garantiu que é impossível estabelecer um estado palestino que seja completo e único em termos geográficos.

Desde a conferência de Madri, em 1991, com seu slogan “terra pela paz”, as tendências supremacistas do sionismo guia Israel, e inclui crianças, estudantes e idosos entre suas vítimas. Os direitos do “outro” não são reconhecidos por essa ideologia de extremismo, que também está por trás da adoção pelo Knesset de dezenas de leis e políticas racistas, a mais recente das quais é a “lei do Estado-nação judaico”. Esta lei básica considera toda a Palestina como “a terra de Israel”, do mar Mediterrâneo ao rio Jordão. Com essas leis racistas em vigor, israelenses importantes, como o falecido Rabino Ovadia Yosef, foram encorajados a chamar baratas de palestinos que deveriam ser aniquiladas.

A ironia é que, quanto mais os regimes árabes e a liderança palestina concedem aos israelenses, mais radicais, violentos e arrogantes se tornam. Por isso, mais de um quarto de século de negociações e o chamado processo de paz fracassaram.

Em vez de serem corretores genuinamente honestos pela paz que convencem seus aliados em Israel a cumprir o direito internacional, reconhecer os direitos do povo palestino e interromper as atividades de assentamento, os americanos mostraram suas verdadeiras cores propondo a trama do século para liquidar a causa palestina . Ele condenou os palestinos a viver no exílio em todo o mundo ou aceitar viver como escravos sob o domínio de Israel.

Essa conspiração desonesta incorpora plenamente as ambições sionistas e é a recompensa por todas as concessões árabes e palestinas; o reconhecimento de Israel na terra palestina; e seguindo ordens dos EUA ao mesmo tempo que os comandam para executar isso como testa de ferro.

Tudo isso exige que voltemos à estaca zero, e que a liderança palestina e os países árabes e muçulmanos se juntem às pessoas livres de todo o mundo dizendo não ao reconhecimento do estado de ocupação. Isso compete a cada um de nós, Brasileiros também, pois somos vítimas indiretas mas de maneira óbvia devido as injustiças sociais e dificuldades de vivência propositalmente criadas por este mesmo grupo que comete estas atrocidades com o povo Palestino, Árabe e Muçulmano em geral. Devemos dizer em voz alta e clara: a Palestina é a terra do rio ao mar, e o que acontece com eles acontece com o mundo Gentio.

Quer ficar inteirado da VERDADE e participar da criação do novo mundo com base nela?
escoladelucifer.com.br
unebrasil.org
unebrasil.com.br
unebrasil/livrolucifer
querovencer.unebrasil.com.br
congressodigital.unebrasil.com.br

!Luz pra nós!

Compartilhe a Verdade:



Compartilhe a Verdade!

Douglas Ceron

A verdade é viva e não exige ser provada à ninguém. Mostrá-la já é mais que suficiente para que almas dignas e grandiosas reencontrem o caminho de casa para contemplarem ao pai celestial e impronunciável com sua magnífica obra diante do verbo vivo. Luz pra nós. Amor e honra! Heil Lucifer!

8
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




5 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
San MarquesyaslunaDouglas CeronMárcio HenriqueLuiz Cláudio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
W.Silva
Membro

– Não apoiamos as atrocidades cometidas pelo estado sionista de Israel! #luzpraNos

Luiz Cláudio
Membro
Luiz Cláudio

Luz p’ra nós!

Márcio Henrique
Membro

Não apoiamos esse estado sionista nojento! Luz pra nós!

Luna Yashiki
Membro

Não apoiamos a tortura pelo prazer dos vcs sabem quem! Luz pra nós.

San Marques
Membro

Brasil, ordem e progresso.

Next Post

Caminhar regenera o cérebro, alivia a tristeza e o estresse

qua fev 12 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade:Se você se sentir triste, preocupado ou ansioso, um dos melhores remédios naturais é caminhar. Afaste-se, literalmente, da origem do problema e mergulhe em um ambiente natural. Não há nada melhor do que um passeio agradável para aliviar a dor, livrar-se do estresse acumulado e recarregar […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

Wallas

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos

Selo

300 Téritos

People who have earned this:

  • Admin bar avatar
error

Seja caminho para a Verdade

Pular para a barra de ferramentas