Irã frustra os ataques cibernéticos israelenses à infraestrutura de dados

Screenshot 3 1024x566 - Irã frustra os ataques cibernéticos israelenses à infraestrutura de dados

Compartilhe a Verdade:


O Irã afirma que frustrou com sucesso uma onda de ataques cibernéticos aparentemente feitos por Israel para atacar a infraestrutura de comunicações do país, dizendo que certamente acompanhará o esquema “hostil” por meio de mecanismos internacionais.

Hamid Fatahi, CEO da Iran’s Telecommunications Company, foi ao Twitter na segunda-feira para relatar uma tentativa de “um regime de ocupação” de lançar ataques esporádicos contra a infra-estrutura de comunicações da República Islâmica, em referência ao regime em Tel Aviv.

Todos os ataques, ele acrescentou, “foram firmemente frustrados”. “

Eles mostraram à comunidade internacional que sua acusação contra o Irã por #CyberAttacks era apenas uma ilusão ridícula. Lembre-se do Stuxnet ”, acrescentou Fatahi em um tweet consecutivo, dizendo que derrotar os atacantes foi um feito tão fácil para os especialistas iranianos.

Logo depois, o ministro iraniano de Tecnologia da Informação e Comunicações Mohammad-Javad Azari Jahromi reafirmou o tweet de Fatahi e disse: “O regime – com um notório conhecimento no uso de armas cibernéticas em casos como o Stuxnet – estava tentando prejudicar a infra-estrutura de comunicações do Irã. .

“[Mas] eles tiveram que ir embora de mãos vazias graças à vigilância de nossas equipes técnicas”, disse o ministro. “Vamos perseguir esse movimento hostil através de tribunais internacionais”.

Acredita-se que Israel está por trás de um ataque cibernético ao programa de energia nuclear iraniano que ocorreu em 2011.

O Washington Post relatou em junho de 2012 que os serviços de espionagem dos EUA e militares de Israel haviam trabalhado juntos para lançar o vírus de computador Stuxnet contra uma instalação de enriquecimento de urânio. em Natanz, Irã.

Foi o primeiro exemplo publicamente conhecido de um vírus sendo usado para atacar máquinas industriais.

A finalidade única e exclusiva é buscar alguma forma para poder incriminar o Irã independente do motivo perante o ocidente, e dar assim pretexto suficiente para que comecem mais e mais ataques. Se bem que as sanções da ONU (judaica) já estão a todo vapor contra o Irã. Qual seu crime? Nãos e render às imposições do dólar. E defender seu Pais da tirania judaica. Militarizar seu exercito e sim, desenvolver armamento nuclear para se defender destes ratos.

download 4 7 1 300x200 - Irã frustra os ataques cibernéticos israelenses à infraestrutura de dados

5
Deixe um comentário

Please Login to comment

Entre com:




5 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Renan FontanellaMárcio Henrique Brito VieiraKaique FreitasArmando Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Armando
Membro
Armando

Grato pelas palavras, mestre! Vivemos na esperança da justiça, estamos sendo lapidados, aprendendo o valor da paciência, da humildade, do reconhecimento do mérito de cada um, aprendendo a confiar em Deus. Luz pra nós, mestre.

Membro

Matéria muito bem articulada e pautada na verdade que o sistema tenta a todo custo esconder. Mestre Douglas, meus sinceros agradecimentos. Luz pra nós!

Kaique Freitas
Editor
Kaique Freitas

Desaprenderam a jogar, daqui pra frente é só decaimento judaico!

Márcio Henrique Brito Vieira
Membro
Márcio Henrique Brito Vieira

Chupa Judeus!! Foram humilhados

Renan Fontanella
Editor

Luz p’ra nós