MP quer denunciar Flávio Bolsonaro na sexta-feira

Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


 

De VEJA

 

Senador deve ser acusado de três crimes e denúncia buscará relacionar estrutura do gabinete com o financiamento de milicianos

 

 

O Ministério Público do Rio de Janeiro deve denunciar na sexta-feira, 26, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no esquema da rachadinha. O primogênito do presidente da República será acusado pelos crimes de peculato, organização criminosa e improbidade administrativa. De acordo com os promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro, o parlamentar chefiou uma estrutura montada para desviar parte do salário de servidores públicos da Assembleia Legislativa do Rio em benefício próprio.

 

Preso na última quinta-feira em um imóvel do advogado Frederick Wassef, que até então atuava na defesa do próprio Flávio, o policial aposentado e homem forte da família Bolsonaro, Fabrício Queiroz, também será alvo de denúncia – no caso dele sob as imputações de improbidade e de pertencer a organização criminosa.

 

Na peça de acusação, os promotores também pretendem apontar vínculos que comprovariam a relação de milicianos com o gabinete de Flávio quando ele era deputado estadual. Para o Ministério Público, o esquema da rachadinha serviu para financiar a milícia por meio de Fabrício Queiroz e do ex-policial Adriano Magalhães da Nóbrega, apontado como chefe do grupo de extermínio Escritório do Crime e morto em fevereiro durante uma ação policial na Bahia.

 

A denúncia, porém, vai depender do resultado de um julgamento que ocorrerá na quinta-feira, 25. O Tribunal de Justiça do Rio vai analisar o habeas corpus apresentado pela defesa do senador em que ele questiona qual órgão deve ser responsável por analisar o seu caso.

 

Flávio alega que, como os fatos investigados teriam ocorrido na época em que ele era deputado estadual, a investigação deveria estar tramitando no órgão especial do TJ, e não na primeira instância. A argumentação vai de encontro com o entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre foro privilegiado. Para o STF, o foro especial só vale para “crimes cometidos durante o exercício do cargo e relacionados às funções desempenhadas”.

Compartilhe a Verdade:


5 1 vote
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Victor Hugo B. de Melo

Entre com:




Subscribe
Notify of
6 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Gustavo Borba
24/06/2020 11:29 pm

Luz p’ra nós!

Tommi
25/06/2020 6:36 am

Luz p’ra nós

Luiz Cláudio
25/06/2020 9:05 am

A casa dos bolsonaros está caindo!
Luz p’ra nós!

Márcio Henrique
25/06/2020 3:08 pm

Luz pra nós!

Jeferson Vinicio
25/06/2020 7:59 pm

Luz p’ra nós!

Camila Ribeiro
26/06/2020 9:54 am

Luz pra nós!

Next Post

Metamorfose Viva - Live 1

qua jun 24 , 2020
Compartilhe a Verdade!Compartilhe a Verdade: Live de ontem feita no Facebook do Metamorfose. Em que o Renan Fontanella explica algumas questões sobre a vivencia no Reino. Luz p’ra nós! Compartilhe a Verdade: 60 SHARES Compartilhe no Facebook Tweet Follow us Share Share Share Share Share 5 1 vote Article Rating […]

Siga-nos os bons

Ative o Sininho

Clique Aqui

Quem está online

Não há usuários online neste momento

Você:

Teus Téritos bônus

0 Téritos
error

Seja caminho para a Verdade

6
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas