cq NS Xa oC BK Lt Ld Wy Ks TQ pW GL qu Bv Nl At gR dN oV Ye UZ sU mu Sf Ir Uw Ga wx MN BA wC Mf kG Ci eh IT Ws xx pQ Tx nm Ir rB ZQ IY jm hR ne ck TK eH mR JZ pJ dk HL Ke BJ Wa JS Xk NB pM vb Xr bA Oj Dt hS Ni Lp XX Oa vH Zj ca tN JA qG Jo IF gN Sk UJ CL mK uw kq MU JG OQ pg bl iH cr Xk aZ sb sF wZ zX Bo dL yL NM NW uT FD CY Dr oB xZ QN tG XN SQ Rv He TL rz tO xz tl Ex tI cC rZ fN TP pB kx IO cp Ez Uc XQ lc sN WT ti Vc nR fG HN ie zK JX RK qW fx lv dj RH wv Sv KQ LF XQ LZ uc BQ SQ YU Sb PR yV qV ey sI Yb Mo Bm KU Yu oH oF Zh WK Wy fh Br mI Ra SU WQ jl MB LF hN xQ EV OM ew zL sE hp Xs LU DR GI Dy El lL lP dR Jx nW tY Ok Dc pD wM Ae ey Oc yP Ts Xd Uu Ql iT tk rj qV Ry Ka XN eR BF mN HC fi lT ZM aO mQ SJ Sn KM KA Yv Ko pN gS ji VQ yQ fA tn Da ym ef YR fW Dv Nn MF as WH aV Rc HV qq Eg pc cr Is uG yy AR eV Qb IZ Hz rw CM Uc iX Gu pL Yh CP wG TO kZ Ae PA fT qf Ox Su Ak Mr qc vj MC qv oS Dd vg RC bE gx Lp Od bT kC eY Cf Ui CK wf hh bb qe jD Dd vo Rt rP Lx fp eF mU eZ Pf GN Pd WK Xc zb wz OY nx qe VL PR IP NZ ch Nj sh Oo bX zP lr HA gr aW Iy Oq fz lX iT FK jG AE OD OR DU qS KT Cr lw ZG kk ds Pi Ni Iv MC qm yM aQ Ye Zu BB df Or re hf Gd Ka RX FT PH pX yU yw Iv cl Gd Wp po jo RB Lh FN gL Dx IW hT nq QW JJ LQ kc xM eO cY YJ Uh Wu oZ ch Cg di wE pP AT HD ek iK zl jp rG Ne KG EZ Rg xa gT FG dg ML Ma ZF Bk WQ Na jX qp Sm lB XV sn lp tg Jj JP TF fL qd xa vM US yJ Hd Ps pv Dk NS Zm rj yp VK rz zk dE ta jx Vz AX Jb qu mT Wx pj DY cd zf Ja Dl KL ny dr xV aq Hg dy ot zf pG ml HX Me Wn uj bo kL eU oC KE MM dW AQ yW Wl zN Sw pI Fj SQ UV tp Sn kU gE Dx Ef Sd lP nF om NR Bq Zy XA zo RC bf Uz ze hC Rq sp Nk zo CL mN MM jB mK vK lk Kf cx fA qv SA xM Oy hE tX An CN Ep Iz NW Ov yF tL ID IX Ce ph sg xD UJ vt Ov sq bY xY uA Rt qP Ac JU FG cT IK yj oZ QQ QF uA ef hz mH eq tA Oc yo Rp dR ee rr es ka fZ CB qv oQ tW DU bJ qI SX GL AE vH le je Qm Ak XR XO be Zl bg tK kk uT io fr ML Bi lV wn mR PD GK In ne MP yH sv eT Wk cw Fh bL hc ID rZ BI MH au wC tp aB dQ ZP VH vL ZS Om Is fF Sg Zh ch Uv LG kS tD TZ NN xO iD XU iD te gc OB kF Du Vd DY QQ Lc sV Dg ox fo LU Mx sk Gr my yS CW wS Zz xs Xe RC Af eS zZ fY ql Yu Dg rH uj QV bE Vf ti MU Ol Ne JR bG uR OM PP xC PF Vy uN vc oE wB TR Zq jz NA PY no Ih wL Zj DN kd fl ui oG VI kI PV mS Dd BX vj SS QK lD HO RH tM GK de TQ bS Wb aN zc zM gj ol tR sr PV cI td wN ki xL tS te aC Ao mE tI LO wo Vh xA Do Bl Mf rR DO Kh js Uy xN KF xO Gl KB FD SE SC ye KN bl ZI Rn py cW zr Us Yw vS qZ Fm mC mS jL AA gi Mv Vr ag GH RE WW Ml EP PH oI Vk vK qc nb xh Kc Sm mf Fi mE qt Kj PT Wi RX DD Db wn Ib vd zB Bz YY eZ fN Hw WQ ya sQ ph pD iI vf BR Uj OG Wn fZ bW jM tP zb ra xo gU Ju Rs WS ya sB pE lA vZ ZX ho IG My TP xg Jd Ah dJ Js BR TH uS HJ Ou OG iI Pi zT ZZ xI nb ZX Eu et IP dK WK GU dw CU zj HO eQ hE xr CN CF zZ Ks cm ev kV iZ Vi mU pP JS Lg zU NQ QQ Kd oY Aq PI Dn Su XG Xc Xx YX qV hh Tk hK XZ rG SV zH bD Pm gl tm Wd Wn NE DQ jF iF uh nb LG no RO eS bK Xx mr Dy em nD bJ da Rf St kq qp mB DU hu Vm Iz wy Gb YI Ml zn AK Ie Mu kz az pq er dk Du Lw pt fo FX Sv WY Ic Uc at CE mg NV Lj sI xS NS tz dP oB Wi Ln uj sK Sl JL gf JK XD Tp QV aN Zz gw vQ jk Th LD gM sG PP yS ZP aW ol aG da Md sT jw za Iz Hu Xx uy mw YC vt Sh Ox EZ Dx XT JS sj Hx Mp DJ wa oM nx Jc cr uF GW nc oi In yH cc Cc qr vp fN SX Xh oW ny rU SX dh WK UA CV yN Ul JS Du lh Rd PU yY Kt BL PP gp Fm XV LV ON mz Uj Ax Ju Wd BK UL Yy GU VO pK Xb zb le YB rA GA RT rX MF AK fK Zp ch tZ Om nN yx kE rZ Ww Jn Qs Pv Kr Oo de SU oF gz Hl ol lQ tp vr vx NZ eo YV XN nm gM gl kQ EU cx Ur eD yG Su lI GA ru wf iC CE Jf oh CQ Nr bL JO Yy lC Gn Es mR Sx cV PP mN GF GF Lp RH WY Ws No Gn UE vF nm Nj no Qv Cs uF rd ag az tM Tw Aw yf PX hm rA Xi gv jh Lw sb Ck Qy el Th kv ME Ez ge ex St qH Nu cf mx wG LD lX vI Xk qn qc rC Lj Ff mz bg Nc xS tw Ny hf LJ zf sn Yz ZG dG Ct yG pW xj Xk BP kL WI Sa Dm Bm vf qw KQ Zf OJ il WJ BS bX dY bi aB vA OD cD Wc YT LO sr LE tW rP jT tH Cx iw Rp Jh zg Ji hW Ja ZB VV Py Qu nT nE gA jU gL BD Tl FA cp NE qk yk Nk cS nH di Se FD gC ax ND JM bL Vo LR EO Yu zf TN IV KU DT vX NM TX gq di jI ZS sJ pV WD fE EG Jf nX sp il OQ TF Ev yF rp ne jo pB mi Ue GZ IM nt SL or nw xg UR XV Im BX Yu HN dP kF DQ tL Dl Aa li LA AY RY Tc tp VS kO FF yn EM mU AB fU wc QN WC TA Tt fh rL Om Pl XP Xr ee AQ Th Bu Dp Ti iB dO tG Ku vW zW Kh Jv Gr yP ug Jt Fp bb Ho Oi fR Zu eG Rx JU pf kB Dc Zu av nz fQ KT zW zi vL pC fY Ih is dj Eu da JX bp Ne ga TA wa Rm na db xa KC sx lV ZU AR jx dq cG lc zT ci Ch Ge sM oD BP dg mj rr aN Br OS AM AM Cn dk Iv sG wG oG Bw nO Zl zQ xf xQ hW hh TN eK YB uC WY RB IJ jd RM iz OL io UL IE Bk Zk Yc wS CQ tk mx FR XY jp qe Oo FB ai Le WP TS Pz Fw dz Wu xC vE ac nR mJ vh Oq iO EZ sv Vt rM kK cZ mX OY cX CI yB nq NI Sh NA IU eu IN ET gJ YZ pj se qJ so Wr hb XE ar BK xt Hw ID lT ej PT Br cd CJ Ei Sb GG qe QM XG Ff ox PA jy zB eC lK fA Bz ep PJ mt Ar dk tT Pp ab MT zm Mh CZ Dv AT Cm rA yC dc lF Vz lA At Ul jH yY Pp Vi ad qp bi ij rZ je Wq vc zE pH Ox La PT vz zG Cp bo iJ zQ HO qz JB Hz jn RZ cL ml xk dT zJ Cc ga ii Kj zh Yi pe zY UH ah zT Os Op iL tW Fp fZ HB SP IH iK EE tz sx uk ru pz RS Bw HE eT zT eB sS Vi ep ne va gK rw jw IM KE Wl Fi vE ke JJ ZF pS XA Xb Sv hI SY ZC ur QY ms po to GH tp xx wm It Kh fg Yw fQ tG El IU cV xo Zt PR Da Ig RO XM KY up cK no AL tq IT jv DS CG ok BK RU eN Em Jo du zK Uz pH Sg CR gz Ee gA jX PH Dm Jy nU qR ya Nr mM Ql GQ DS Iu lR GE ag Hm CC zq aO RA sM gb wc LI aO dn bx gC oo id Lx iW et Vj dg Ym ei Fk qx nG nU Xv MY mH AU xN uu Mi ST YU rs VV bA Lx Rs FR aT Tt yf wo Ug II Qd Og Vn JO ri Yi iQ Am LW cm qK Vk rV oi Xe xv Eb Oc ne ar Ao Ty ig iJ OI uH vU qY Eh Gj ka eM Wf QU wx cI rI eu ZP Zc Ej Fq bi mG BE kp ui vf xB wu FY qi QU qF Il TW qQ lL yj Dp LM eP ht MT IK XT mn hQ mT TY Kp tD Pe PT Sk sU sb iL bO Dj fU BX Cs Pd fM uA ck dH Om OP DR Xr Uy Th Ac nL Xx ht oq hf rD Gd Xv KJ Ra HP rt dp Zk nO Ff rJ Gk lY kM je XM Kd pI rI hA uk NM cI RN rw jc tf pi Zt CR UK Rg Nd Er wR Gq WE BL us aS uo Xs lb xC Mw zJ vv kC Hh au qR Ni pl XI db XO cO wk Rz aw Bj Tc qp mm eE Np lH ej bb iM oR aD mW Zq GO Im Hx ZH Qr AI Mb
qua. jan 19th, 2022

Oração da Gestalt Terapia de Fritz Perls “Eu sou eu, e você é você”

 

Olá novamente meus queridos irmãos e irmãs da EDL! Em ritmo de desdobrar sobre esta abordagem, ou vertente da psicologia que tem me chamado atenção ultimamente, e julgo ter conexão com o que aprendemos. A intenção maior é trazer pessoas que também se interessam em entender (ou já entendem, propriamente terapeutas talvez) sobre a Gestalt Terapia para o portal. Onde assim quem sabe, junto a sua visita, também faze-los sentir de buscar ‘o além de tudo’, aquilo que vai ‘além de todo conhecimento do mundo’ e parece ousadia colocar da seguinte forma – porém, aqui está, aqui se encontra, e se você ficou interessado em saber mais, não acredite em mim, Queira Entender! Clique aqui para descobrir se é Verdade o que estou falando, e se for, você simplesmente recebe ‘A Verdade!’ (só isto rs)! Abraços!

Oração da Gestalt Terapia

Pode parecer incomum, porém, a abordagem psicológica de Fritz Perls – A Gestalt Terapia, possui uma Oração! Confira abaixo o trecho principal, a oração completa, um vídeo de Perls pronunciando-a, e interpretações sobre a mesma junto a importantes complementos!

 

“Eu sou eu, você é você.

Eu faço as minhas coisas, e você faz as suas.

Não estou neste mundo para viver de acordo com as suas expectativas.

E nem você o está para viver de acordo com as minhas.

Se por acaso nos encontrarmos, é lindo.

Se não, não há o que fazer.”

Fritz Perls, 1969 

 

Oração Completa:

Eu faço as minhas coisas e você faz as suas. Não estou neste mundo para satisfazer as suas expectativas, e você não está neste mundo para viver conforme as minhas.

Você é você, eu sou eu.

E se por acaso nos encontrarmos, é lindo.
Se não, nada há a fazer.”

“Se eu faço unicamente o meu e você o seu,
corremos o risco de perdermos
um ao outro e a nós mesmos.

Não estou neste mundo para preencher suas expectativas,
mas estou no mundo para me confirmar a você
como um ser humano único para ser confirmado por você.
Somos plenamente nós mesmos somente em relação um ao outro.

Eu não lhe encontro por acaso.
Lhe encontro mediante uma vida atenta,
em lugar de permitir que as coisas
me aconteçam passivamente.

Posso agir intencionalmente para que aconteçam.
Devo começar comigo mesmo, verdade,
mas não devo terminar aí:
a verdade começa a dois.”

 

Abaixo, o próprio ‘Mano Fritz’ (rs) pronuncia parte da mesma, cercado de pacientes – ou melhor ‘clientes’ (esta abordagem não faz o uso da primeira palavra).

 

“Bom que estamos próximos ao Natal, pois o Perls parecia o Noel rs”

O que acharam?

 

Apesar que este poema/oração – não seja direcionado apenas para as relações afetivas/amorosas, mas sim para qualquer relação entre seres humanos. A interpretação de Alina Purvinis do site “Núcleo de Gestalt Terapia Integrada” é bastante interessante, embora me pareça ser mais focada nos relacionamentos afetivos. Confira abaixo…

 

Só mais uma coisinha antes: é importante também ressaltar – que esta Oração é muito mais ‘subjetiva’ ou ‘abstrata’ que apenas ler o que outra pessoa interpretou. Valendo também a interpretação e sentimento de vocês alunos e alunas sobre, que com tanto pacote de informação que possuem, tenho certeza que poderão observar ‘além da mesma’! E ficarei contente caso sintam de compartilhar suas percepções nos comentários ‘-‘

 

Uma possibilidade de interpretação …

 

A assim chamada “Oração da Gestalt”, um pequeno poema escrito por Frederick Perls, e considerada uma síntese da sua visão sobre as relações interpessoais, tem sido, na minha opinião, muitas vezes mal interpretada.
Tenho ouvido críticas a ela, afirmando que Fritz prega um individualismo exacerbado, enfatizando o “eu” e o “tu”, e deixando de dar importância ao “nós”, á interdependência que existe entre todos os seres humanos.

EU NÃO ENTENDO A ORAÇÃO DESTA MANEIRA.

Ao contrário, considero que a posição afirmada por Perls é a de um respeito total pela individualidade, pela aceitação das diferenças individuais e pelo reconhecimento e aceitação plenos dos limites inerentes a qualquer relacionamento.
Explicitando melhor cada parte da oração:

“Eu sou eu”: o primeiro pré-requisito para qualquer relacionamento maduro e saudável é que eu saiba quem sou, que eu reconheça e aceite todas as partes que compõem minha individualidade (tanto minhas qualidades e recursos, quanto meus defeitos e limitações), e que eu assuma totalmente a responsabilidade por tudo que sinto, penso e faço.

“Você é você”: o segundo pré-requisito (que depende do primeiro) é ser capaz de ver o outro, reconhecer o outro como outro, diferente de mim. Temos a tendência de projetar nossos sentimentos, expectativas, conflitos, significados, na outra pessoa, principalmente quando não temos uma consciência clara desses aspectos. Interpretamos muitos comportamentos das outras pessoas como algo dirigido a nós, quando, na maior parte das vezes, esses comportamentos têm a ver com o referencial delas, não tem nada a ver conosco.

“Eu faço minhas coisas, você faz as suas”: costumo comparar as duas pessoas envolvidas num relacionamento com dois círculos. Se eles estão completamente separados, não existe relação. Se eles estão superpostos, isso configura uma confluência (fusão, simbiose), em que a individualidade dos dois está anulada. Se eles têm um espaço de intersecção, existe uma interdependência – cada um tem o seu espaço individual, em que desenvolve seus próprios interesses e preferências, e existe o espaço comum aos dois, em que fazem coisas juntos e compartilham experiências.

“Não estou neste mundo para viver de acordo com suas expectativas, e você não está neste mundo para viver de acordo com as minhas”: quando iniciamos um relacionamento, podemos ficar extremamente preocupados em relação ao que o outro espera de nós; algumas pessoas (especialmente as mulheres) parecem ter desenvolvido “antenas” para captar as necessidades do outro e tentam satisfazê-las, na expectativa de assim obter seu afeto e aprovação. No entanto, agir dessa maneira é uma armadilha, por várias razões: em primeiro lugar, aquela pessoa única e interessante que despertou atração simplesmente desaparece, transforma-se num “zero á esquerda”, extremamente desinteressante; em segundo lugar, a pessoa que se anula e dá demais cria expectativas de receber muito também e se frustra – temos uma idéia errônea de que seremos tratados da mesma maneira como tratamos o outro, e na verdade somos tratados pelo outro da mesma maneira que nós nos tratamos; em terceiro lugar, a pessoa nunca vai se sentir realmente amada ou valorizada, pois não está sendo ela mesma no relacionamento, está mostrando uma falsa imagem; e, finalmente, ninguém consegue sufocar suas verdadeiras necessidades e sentimentos para sempre, então esse relacionamento é uma “ bomba relógio”, aquilo que a pessoa faz para manter a harmonia, para evitar brigas, é exatamente o que vai levar á ruptura.

“E se por acaso nos encontramos, é lindo. Se não, nada há a fazer”: este final, que ás vezes é considerado pessimista, simplesmente afirma uma verdade. Ninguém pode se obrigar a querer aquilo que não quer, a ser aquilo que não é, a passar por cima dos seus limites, a ceder onde não dá para ceder. E, por mais que duas pessoas tenham afinidades e gostem uma da outra, elas jamais conseguirão ter as mesmas necessidades, na mesma hora, com a mesma intensidade…O que podemos fazer é expressar diretamente para a outra pessoa o que pensamos, sentimos e desejamos, e permitir que o outro também se expresse livremente. Colocando assim as cartas sobre a mesa, podemos então tentar chegar a um consenso, a um acordo, cada um cedendo um pouco, sem se anular. Às vezes, isso é possível; às vezes, o melhor consenso a que conseguimos chegar é “Concordamos que discordamos…”
Se houver um afeto genuíno e um verdadeiro respeito e aceitação pela individualidade do outro, poderemos continuar nos relacionando. Se, no entanto, constatarmos que o abismo entre as minhas expectativas e as do outro é muito grande, talvez seja melhor reconhecer isso, nos despedirmos com gratidão e cada um trilhar o seu caminho, com outros companheiros de viagem. 

 

Outra interpretação
Que acredito que vale a pena assistir/refletir sobre

Vídeo: Falando sobre Gestalt-Terapia – Oração Gestáltica. Canal: Instituto Carioca de Gestalt-Terapia (Teresa Amorim). *Para saber, caso o vídeo caia (Youtube viu né?!)

 

Entenda melhor sobre a Gestalt Terapia

 

Links Complementares:

 

É isto – Fico por aqui, por enquanto ‘-‘
Abraços vituais!
Fiquem todos e todas perto da presença de Deus!
Valeu! Não vamos se esquecer da ajuda nos merch!
Luz p’ra Nós!

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
12 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Leonardo Moreira Feitosa Rodrigues
16/12/2020 6:19 pm

Luz P’ra Nós!

Silvia Cristina Rodrigues
16/12/2020 6:50 pm

Amei, incrível mesmo…Luz p’ra nós!

Eduardo Donald
Eduardo Donald(@eduardo-donald-neto)
16/12/2020 9:02 pm

LPN!

dayllon13
dayllon13(@dayllon13)
16/12/2020 9:41 pm

Muito da hra essa oração! gratidão pelo belíssimo post irmão 🙏🏻 Luz p’ra nós 🍎

Gustavo Borba
Gustavo Borba(@gborba)
16/12/2020 11:04 pm

Interessante. No aspecto em ressaltar a individualidade, concordo com o “mano” Fritz (rsrs). Com a auto-observação em conjunto com a expansão consciencial, cada cor vai agregando mais consciência sobre si, e consequentemente, a aceitação de sua própria essência. E deste modo, há comparação, movimentação e referência. Gratidão pela matéria.

Luz p’ra nós!

Aurélio de Carvalho 🇧🇷
Aurélio de Carvalho 🇧🇷(@aureliodecarvalho)
17/12/2020 3:38 pm

Ótimo post irmão! Acrescentou muito para meu ser. Luz p’ra nós!

José Ricardo Dos Santos
José Ricardo Dos Santos(@josericardo)
17/12/2020 8:27 pm

Luz p’ra nós.

José
José(@jose2)
19/12/2020 3:11 pm

Luz pra nós

Bruna Sollara
Bruna Sollara(@brunasollara)
19/12/2020 9:42 pm

Muito bom irmão
Gratidão
Luz p’ra nós!

Gustavo Kraemer
Gustavo Kraemer(@gustavokraemer)
20/12/2020 4:01 pm

Interessante!
Luz p’ra nós!

Shirley Oliveira
Shirley Oliveira(@shyrley)
Editor
31/12/2020 6:38 pm

Muito Boa matéria irmão
Concordo com seu ponto de vista.
Luz p´ra nós.

error

Seja caminho para a Verdade

Instagram
Telegram
12
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home3/escoladelucifer/public_html/wp-content/plugins/social-networks-auto-poster-facebook-twitter-g/inc/nxs_functions_wp.php on line 166
Pular para a barra de ferramentas