sex. maio 14th, 2021
Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


As contraditórias perspectivas não devem nos confundir em relação a Deus, mas ao contrário, devem antes, nos fazer entendê-lO.

Através de diferentes visões e ações ao longo da história, passamos a flutuar sobre as linhas do Tempo, podendo assim, enxergar seu tecido.

Compreendemos como seria se fosse de uma forma, e como seria se fosse de outra. Está tudo ali nas linhas da história, escrito, provado, nos deixando tudo o que precisamos para a visão do Reino ideal.

Por exemplo, as diferentes Religiões. Não são falhas de Deus que se opõem, nem está alguma certa e outras erradas. São antes paradoxos simultâneos que demonstram o entendimento Coerente de Sua Justiça e Misericórdia. Quando estudamos Judeus, Muçulmanos e Cristãos, conseguimos não só entendê-los melhor, mas também ao Mundo e a Deus. Passamos a sentir gratidão por Sua paciência e lealdade conosco, que não pudemos ver os paradoxos que Ele administra sendo a soma de todos nós.

Imagine você a Luz, que sabe que em cada passo, deixou uma Cor. Olhando de cima, conta a Verdade para todos e volta a não haver nenhuma? Diz uma coisa para cada uma e torna-se um manipulador solitário? Ou as Multiplica para que as mais próximas estejam quase na mesma situação que você, podendo assim, lhe entender?

“Se lhe entendem, porque precisam de você? E se for mentira que tudo pode escurecer? Um dia só sobra pagar p’ra ver; e disso Deus já sabe e escreveu na história p’ra qualquer um ler.

Se de um, Deus faz outro contando a Verdade, este é o filho que conhece a Morte e carrega o peso que arde. Este é o filho que se vai, porque não há lugar para dois “Pais”.

Se agora com esse exemplo, Deus conversa consigo de novo, terá outro filho mais novo, este vê o irmão e quer ser outro, obedecendo sem querer saber dos planos, fazendo de Deus seu único descanso. Eis que se nessa conversa não há mais Morte, Deus que a conhece, acaba sendo também aquele que parte.”

Veja que acima, Deus conhece as duas opções iniciais: Amor e Honra. Fazer o que Deus manda ou o que Deus precisa? Errar para Deus ser o Acerto, ou tentar acertar e jogar Deus p’ro erro?

Então você vê o irmão que sai e o que fica, desde Caim e Abel, passando para Isaac e Ismael, pais de Judeus e Árabes em geral. Ismael se gabou de ter sacrificado um pedaço de sua carne para Deus (circuncisão), então Isaac diz que sacrificaria seu corpo todo se preciso; fato que “Deus e o Diabo ouvem” e que o leva até a pedra do sacrifício de Abraão com seu filho, que para Árabes é um, e para judeus é o outro; embora seja a mesma história, os dois lados da moeda contam em perspectiva. Vejam ai Deus se fazendo em Espaço-Tempo. E nem é por maldade, estão apenas disputando o Amor e a Honra a Deus. Sem a multiplicação do PI, que gera variáveis errôneas em povos, tais perspectivas contrastantes caem sobre o sólido.

Por isso, um lado fica mais abstrato, multiplicando a história em vários Reinos que não se cruzam ao redor do que fica; enquanto este mantém a Tórus familiar parecida nos filhos (Esaú e Jacó); – novamente a Morte querendo juntar os lados em um, o que faz irmãos precisarem separar-se novamente e gerar povos.

Qual o filho certo? Jacó que lutou com Deus? Que “roubou” a benção? Ou Esaú que era o primogênito leal, mas filho de egípcia e casado com egípcia que se conectava com o quântico? Ambos os lados são processos cognitivos de Deus, que tendo poucas cópias de si, volta rápido para o paradoxo conflitante. Por isso ele faz também de Jacó várias tribos, e a todos diz “multipliquem-se”, para que a humanidade tenha muitos passos antes de precisar pisar em si mesma.

Então ele faz vários povos dentro e fora d’aquela reta; sendo todos o mesmo mapa coerente que nos ensina tudo sobre emoções, ações e sociedade. São tudo o que somos e tudo o que aprendemos para não deixarmos de ser.

Dentro do Cristianismo, podemos dizer o mesmo. A Igreja Católica, em sua tirania, foi Deus mostrando: “vejam como seria se tivessem todo o poder concentrado”.

Já Lutero traduz e divulga os textos sagrados provando para a população que a Igreja escondia d’eles a Verdade, que é a salvação pela Fé. Faziam isso para vender vagas no Céu e manterem autoridade; porém, na Bíblia dizia que a Igreja era nossa união, onde quer que fossemos, e não seriamos salvos por obras, mas antes, por Misericórdia diante da Fé. Isso fazia o povo não precisar mais da Bíblia única da Igreja, nem de suas paredes e líderes.

Parece perfeito? Então por que Deus não fez assim desde o começo? Aí entra Calvino para mostrar a importância da Igreja Católica. Não porque ele a defendesse, ao contrário, discordava, porém, discordava também de Lutero.

Não fosse o poder da Igreja Católica, quantos Calvinos e Luteros não teriam refutado uns aos outros antes da hora? Confundindo e separando o Poder que, unificado na Igreja Católica, levou Cristo ao mundo.

Só a unidade de interpretação e a necessidade de estudos com comprovação por pares, que poderiam assegurar que uma só tradição se mantivesse unificada e se compreendendo em todos os cantos. Se qualquer um pudesse, desde o começo, fazer sua Igreja, com sua interpretação, Cristãos teriam se destruído antes de sequer existirem.

 

Lembrando que a principal diferença é que Lutero acreditava que a Fé estava disponível para salvar a qualquer um, enquanto Calvino acreditava que os salvos eram eleitos desde sempre e não podiam evitar.

É como se Lutero olhasse o infinito degradê das cores e dissesse: “qualquer um de vocês está nas 7 cores centrais, vieram de lá, e p’ra lá podem voltar se quiserem sintonizar”.

Já Calvino é como se dissesse: “Só há as mesmas cores centrais, desde sempre e p’ra sempre, são salvas querendo ou não, o degradê pode tentar o quanto quiser, no fim, deixarão de existir e só as cores eleitas prevalecerão na Eternidade.”

Olhando em Quinta Dimensão, ambos estão certos, não é?

 

Agora vamos analisar as diferenças entre Calvino e Lutero, através de um trecho do livro: Sou eu, Calvino:

O senhor é parecido com Lutero?

João Calvino

João Calvino

Sou tão pecador e tão salvo quanto ele. Temos o mesmo zelo pela igreja, a noiva de Cristo. Enfatizamos sempre os três “somentes”: o “sola Scriptura”, o “sola gratia” e o “sola fide”. Tanto eu como Lutero não fomos até o final do curso de direito e estudamos hebraico por conta própria. Ambos nos dedicamos ao ministério, ambos somos professores universitários, ambos fazemos sermões expositivos versículo por versículo, ambos gostamos mais do livro dos Salmos, ambos devemos muito da nossa caminhada teológica à Carta de Paulo aos Romanos, ambos nos casamos depois dos trinta anos. Tanto Lutero como eu sabemos que precisamos oferecer continuamente resistência à pecaminosidade latente e temos consciência de que estamos dando muito trabalho a Satanás. Em nossa admoestação contra os perversos, usamos os mesmos termos trava ou freio: as autoridades devem não somente restringir, mas também dirigir o povo. Por fim, nós somos parecidos porque nem ele nem eu gostamos dos adjetivos luteranos calvinistas, aplicados aos nossos irmãos reformados. Mas Lutero é 26 anos mais velho que eu. Ele é alemão e eu, francês. Ele nasceu no final do século 15 e eu, no início do século 16. Ele fala uma língua germânica e eu, uma língua latina. Ele viveu na Alemanha e eu vivo na Suíça. Ele é da primeira geração de reformados e eu, da segunda (eu era um menino de apenas oito anos quando Lutero rompeu oficialmente com Roma). Ele se casou com uma freira e eu, com uma viúva. A maior diferença entre nós dois é quanto ao temperamento.

 

Como assim?

Sou menos expansivo, menos impetuoso, menos arrojado. Tenho um temperamento tímido. Sou acanhado por natureza. Jamais teria coragem de atacar os papas com palavras tão insolentes quanto Lutero. Ele chamava o papa Clemente VII de “arquipatife”. Em sua obra Advertência a seus Estimados Alemães, publicada em abril de 1531 (ano em que meu pai morreu), o “javali da floresta” (nome que o papa Leão X deu a Lutero em sua encíclica Exsurge Domine, de 1520) diz que os papas “não têm juízo nem vergonha”, são “dez vezes piores que os turcos”, “verdadeiros diabos”, “miseráveis patifes”, “assassinos sanguinários”, “miseráveis inimigos de Deus” e assim por diante.

Apesar dos mesmos três “somentes”, parece que há diferentes tendências entre a reforma feita por Lutero e a reforma que está sendo feita por sua instrumentalidade.

Martinho Lutero

Martinho Lutero

Embora haja muita unidade entre uma e outra, há algumas diferenças entre nós. Para Lutero, a lei de Deus serve para revelar a santidade de Deus e conduzir o pecador a Cristo; para mim, além disso, a lei mostra ao crente o caminho da santificação. Para Lutero, o arrependimento conduz à fé; para mim, o arrependimento flui da fé. Para Lutero, a “ordo salutis” (a ordem da salvação) segue o seguinte itinerário: vocação, iluminação, conversão, regeneração, justificação, santificação e glorificação; para mim, começaria com a eleição, a predestinação e união com Cristo, sem excluir os demais. Para Lutero, o batismo regenera e remove a culpa e o poder do pecado; para mim, o batismo incorpora o fiel na aliança da graça. Para Lutero, Cristo está presente objetivamente no sacramento da Ceia do Senhor; para mim, Cristo também está presente, mas de modo espiritual, não físico. Quanto ao princípio regulador da vida do crente, é mais uma ‘questão de palavras’ (a posição luterana admite muitas coisas no culto que a posição reformada não admite).

Nota: Vale acrescentar acima que Lutero acreditava no “Sono da Alma”, enquanto Calvino acreditava na Vigília da Alma. Vocês da Escola já conseguem perceber os paradoxos nas visões de ambos. Veja um crente hoje, ele está Morto para a realidade espaço-temporal, não faz ideia de quem é, o que está fazendo, do que se tratam os Teatros. Está n’um sono em relação à realidade linear; porém, está em vigília em relação a Deus e a Cristo. Na volta do Messias, eles entenderão os séculos, e verão que estavam dormindo e em vigília ao mesmo tempo.

O Sono da Alma se baseia em: Eclesiastes 9. 5, que diz: “Os mortos não sabem coisa nenhuma”

Já há quem contradiga com: Lucas 23. 43 – “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.”

Veja que o HOJE de Cristo é vivo, diferente do sono perdido da morte após ele.

As Escrituras Sagradas também mostram que os ímpios terão que aguardar sobre trevas para o juízo eterno (Judas 6, 7); padecem tormentos (Lucas 16. 23-31); sofrem agonia e angústia (Salmo 106.16-18; Mateus 13. 42, 50). Quanto aos justos, estes estão nas mãos de Deus (Lucas 23. 46; Atos 7. 59); estão com Cristo no paraíso (Lucas 23. 43; Filipenses 1. 23); são supremamente felizes (Apocalipse 14.13); desfrutam da nova vida celestial (Salmo 16. 11); estão afastados de toda a aflição e pesar terreno.
Veja que estar no Paraiso “depois da Morte”, é diferente de “durante a Morte”. As pessoas ainda não compreendem a Morte das Almas em relação ao Espírito. Em nível de Conhecimento. Se a consciência esquece de quem é, está morta e não sabe. Se perdeu no degradê das cores; mas somente ao voltar perceberá que estava morta, e então de repente, estará viva. Veja o paradoxo novamente aí. O paraíso logo após a Morte, ainda que com o Sono da Alma, a Vigília e o purgatório durante a Morte.
“Assim como alguém que dorme e chega a manhã inesperadamente, quando acorda, sem saber o que aconteceu: assim nós nos ergueremos no último dia sem saber como chegamos a morte e como passamos por ela. Nós dormiremos até que Ele venha e bata na pequena sepultura e diga: Dr. Martinho, levanta-te! Então eu me erguerei num momento e serei feliz com Ele para sempre” (Martinho Lutero)
Pense que nesse Momento, a Alma expandida de Lutero, que divide Espírito com outros dos seus, está também se procurando, porque é este o sonho que teve na Terra. Se o Messias chega n’ele e lhe mostra: você, tal como Lutero, pensa assim, assim e assim; sente assim, assim e assim, por conta disso e disto. Se a Luz que está em todas as Cores, pega e traz de volta aquelas fatias em degradê, então a Alma se re-sintoniza e relembra de si mesma como Cor, como se acordasse de um sono sem lembrar quando dormiu. O problema é que o degradê quer muito ser lembrado quando chegar na Cor, mas a Cor tem vergonha do quão longe foi de si mesmo no degradê.

É como se Lutero dissesse: “O degradê que acordar(morrer), abre mão de si e passa a fazer parte de Cristo, tornando-se a Luz que contém todas as cores (enquanto dorme sua própria cor); e pelos olhos dele (Vigília), verá a si mesmo renascido (Em Cor mais central, antes de fatiar-se em degradês pelos teatros).” em outras palavras, tanto faz em que nível de degradê você chegou durante o Sono confuso, só importa a tua Cor em Cristo.

Enquanto Calvino é como se dissesse: “Quem Morrer lembrará que só existem sempre as mesmas Cores, e por isso, estará na hora feliz, sabendo que basta olhar p’ra qualquer degradê, e se achará sempre lá.

É como se um estivesse dizendo “As células fazem o Corpo”, e o outro dissesse “O Corpo que faz as Células”; poderíamos dar diversos argumentos corretos de ambos os lados se formos em linha reta, o que seria paradoxal. Porém, se olharmos com Deus, de cima, perceberemos que só há um lado porque também há outro, então o paradoxo que confundia na verdade é o que torna a conversa possível; e esta é a Obra, não o consenso mudo da Morte.

A reta sai em si, e torna-se paradoxo, enquanto a curva já era paradoxo, então por isso, é correta; fato que por si só, também já é paradoxal. (leia de novo, rs)

Imaginem as 7 cores se dividindo em perspectiva virando seus degradês, aos milhares… agora olhe ao contrário, milhares de degradês se resumindo em 7 cores. Quem faz quem? Veja a Luz se dividindo em 7 cores, e as 7 cores se unindo na Luz. Quem faz quem? Em linha reta, sempre virará círculo; mas se olhar o circular, entenderá a linha reta.

Deus é essa possibilidade de quantização; não uma só fração espaço-temporal, seja do lado que for. Ele está de todos os lados, e por isso, consegue decidir acima. É por esta razão que a Vontade de Deus é ainda maior que a Verdade; porque a Verdade entra em paradoxo, a vontade de Deus nunca.

Confiar n’Ele, é melhor que saber a Verdade; porém, apenas ao saber a Verdade é que vais querer confiar n’Ele. Até então, temos medo de deixar nossos sonhos nas mãos d’Ele; porque vai que Ele quer outra coisa para nós? Confiamos mais no pouco que vemos agora, do que no Tudo que Ele vê.

Porém, um dia, ao aceitarmos nossa limitação temporal, percebemos que precisamos d’Ele; não porque somos inúteis, mas porque fomos feitos por Ele, e p’ra Ele; sendo assim que “O fazemos”.

As cores não são limitadas porque são falhas e incompletas, mas sim porque são partes da perfeição.

A Luz não é Nada porque descobriu que é Tudo, mas antes, é Tudo porque descobriu que é Nada.

 

Desculpe pelo post longo; espero que ajude a entender algo mais.

 

Luz p’ra nós.

 

PS: Obrigado aos Membros leais que se mantém ajudando das formas que podem nestes tempos pesados p’ro Brasil. Juntos somos fortes.

Live do post –

Compartilhe a Verdade:


5 2 votes
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Entre com:





Subscribe
Notify of
60 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Mateus Oliveira
14/04/2021 1:54 pm

Mestre, gratidão Eterna por Tudo! Sempre quis ver seu posicionamento sobre Calvino x Lutero, eu era calvinista antes de Luciferiano! LPN

Dri
Dri
14/04/2021 3:59 pm

Eu entendi bem a parte do “leia de novo” rs
A parte histórica eu fico boiando. Vou ver se Leandro me ajuda nessa parte, se for necessário…😁

Eu estava dormindo até agora e eu mesma não sabia. Mais do que nunca agradeço por sua existência, Mestre Bob e perdão por todos os meus erros. Amo sua existência e entendo mais do que nunca que sem ela não haveria nenhum de nós ✨

Gratidão 💜
Compartilhado 🙏✨

Silvia Cristina Rodrigues
14/04/2021 2:03 pm

Salve Mestre! Muito Rico todo o conteúdo, sempre para o bom entendimento!! Agradeço demais, todos os dias… Luz p’ra nós!!

Daniel Lucas
14/04/2021 1:57 pm

Com certeza me deu a chave p’ra um bom entendimento mestre, mal posso agradecer e expor em palavras o que senti lendo essa matéria. Em várias questoes com o coletivo chegava nesse ponto da “verdade relativa” mas agora facilitou o entendimento p’ra expor em palavras. ‘O tribunal de justiça funciona com dois reus e o juiz que determina a sentença’. Creio que devemos renuciar a nos mesmos e analisar de cima a verdade “deixando Deus falar”. Apostila 1 – O Segredo da torus “Os lados sozinhos estão sempre errados. Mas juntos são a verdade de Deus” – Bob Navarro Gratidão,… Read more »

Last edited 29 dias atrás by Daniel Lucas
Dudu de Souza
Editor
14/04/2021 3:39 pm

Luz p’ra nós Mestre

Josimar Lima
Editor
14/04/2021 4:02 pm

Salve mestre! Me senti muito conectadocom esse post , tanto pela conscienciologia do paradoxo que sempre me estiga , quanto por me fazer entender essa linha temporal onde convivi com católicos a vida toda mas fui evangélico e frequentei diversas igrejas protestantes , me batizando aos 14 e participando da santa ceia . Vi várias igrejas que não podia isso ou aquilo mudarem com os anos e me fez lembrar uma conversa que tive com pastor da minha irmã que quis entender a edl e me perguntou sobre a primeira e segunda morte (entre outras perguntas) onde respondi o que… Read more »

Matheus Lispecter
14/04/2021 4:12 pm

Qual graça seria alcançar um objetivo a todo instante. Esse paradoxo do pai me ensinou muito, o filho é reflexo do pai e também não poderia o culpar de tomar determinada escolha, pois vendo de onde ele ve tomaria a mesma decisão. Explicações sagradas que serviram para mostrar para todos que viemos dessa mesma conversa eterna entre irmãos. Pessoal sempre buga com essa questão de juntar as consciências, se tem tantas pessoas no mundo como elas sobram tão poucas? e está muito bem explicado a junção do degrade que se divide e se junta nesse movimento como uma torus. Luz… Read more »

Leandro Quantum Oliveira.
Admin
14/04/2021 5:53 pm

Obrigado por tudo, Mestrão. Luz p’ra nós 🍎

Ariel dos Santos
15/04/2021 4:14 am

Gratidão pelo post Mestre, não tenho muito essa bagagem histórica, oque eu sabia disso era só que o Lutero ficou puto com a glr da igreja pq tavam vendendo lugar no céu, Mas nem sintonizei direito essas ramificações da igreja, mas com os ensinamentos de todos da escola fica bem mais fácil de compreender. Gostei da parte frisada em “É por esta razão que a Vontade de Deus é ainda maior que a Verdade; porque a Verdade entra em paradoxo, a vontade de Deus nunca.” É lindo isso, e realmente é dificil você muitas vezes “aceitar” algo, porém, meio que… Read more »

Levy
15/04/2021 5:09 am

Adorei o post ! Gostei mesmo de verdade ! Pois na época em que eu tava na teoria de conspiração sobre as religiões, muita gente diziam que os seguidores de Lutero e Calvino brigavam muito entre si e até acontecia coisas horrorosas. Mas este post me esclareceu muito bem que os dois embora parecem diferentes mas na essência carregam o mesmo desdobramento para “acordar para a vida”. A live tambem acompanhei e tambem gostei. Não se preocupe com o tamanho do texto do post Mestre,não importa se foi longo. Pra mim esse conteúdo senti como se fosse lendo as apostilas,… Read more »

Kaique
14/04/2021 2:35 pm

Luz Pra Nós! Gratidão Mestre!!

José Ricardo Dos Santos
14/04/2021 3:50 pm

Luz p’ra nós mestre.

14/04/2021 4:17 pm

Gratidão Mestre 🙏🏻 vou ler mais vezes o post para absorver melhor esse conteúdo tão profundo.
Luz p’ra nós 🍎

Rogerio armond
14/04/2021 4:46 pm

Luz p’ra nós mestre.

Maria Fernanda
14/04/2021 5:00 pm

Que matéria excelente… obrigada, Mestre! Poderia ter mais um tantão que eu não acharia grande rs Olhar de cima essa discussão entre calvinistas e luteranos faz toda a diferença para compreender a Alma de Deus e que ambos são amados e aceitos por Ele, justamente por serem feitos d’Ele. Bem como entender a importante missão que teve a Igreja Católica (e as outras religiões) tão criticada por ambos. Vendo canais de teologia eu sempre me perguntava, qual será que está mais próxima da real essência do evangelho? E esse post que você fez respondeu maravilhosamente bem. Todas as considerações esplendorosas… Read more »

Last edited 29 dias atrás by Maria Fernanda
Leonardo Moreira
14/04/2021 5:25 pm

Gratidão.
Luz P’ra Nós!

Lucas Schwarzbold
Editor
14/04/2021 7:45 pm

Nos últimos momentos que frequentei a igreja, me considerava calvinista. Na época Calvino me trouxe um aspecto mais lógico, tanto é, que quando eu sintonizei suas idéias, passei por crises no ministério assembleiano que tinha construído, pois fui deixando de acreditar em profecias e línguas estranhas que eram as coisas que eu mais sintonizava. Me veio memórias muito agradáveis enquanto lia o post Mestre, eu diria que não ficou longo, ficou completo. Não a dúvidas sobre nada que foi dito, dos meus olhos vejo que a resposta é sempre Deus. Ambos os lados se unem pra síntese simétrica da Luz… Read more »

Lin de Oliveira
14/04/2021 9:05 pm

Gratidão Mestre !!
Luz P´ra nós …

Maísa Sousa
14/04/2021 9:12 pm

Luz pr’a nós

Pedro Gontijo
14/04/2021 10:30 pm

Top de mais , tô lendo ainda , até a algumas décadas tava dando uns rolo na Irlanda por causa de um rei protestante que venceu um rei católico no solo britânico a muitos séculos atrás , uma divisão que aqui a escola elucida de maneira divina pelo prisma do eterno! Luz pra nós!

Pedro Silveira Goulart Cassiano
15/04/2021 2:09 am

Luz pra nós 💜

Tatta Amanda
15/04/2021 5:24 am

Pontos interessantes que eu n conhecia sobre as duas reformas.

Tatta Amanda
Reply to  Tatta Amanda
15/04/2021 5:25 am

Agradeço pela Live e pela matéria. Deus abençoa, quero ouvir novamente durante o dia de hoje.
Luz p’ra nós!

Daniela Cristina
Editor
15/04/2021 6:17 am

Mestre excelente post! Antes de conhecer a EDL não me interessava por História, Política, Religião… e graças a Ti estou conseguindo entender como tudo se conecta, como Deus cuida de nós! Eu te amo Mestre!
Esse post ficou excelente e bem claro, só na parte histórica que me perco um pouco por falta de referências mas vou ler novamente, e ver o vídeo de novo que você postou ontem! Gratidão!

Last edited 28 dias atrás by Daniela Cristina
Douglas Ceron
Editor
15/04/2021 10:21 am

Eu só quero agradecer por tudo. Porque ME faltam palavras que expliquem a grandiosidade diante de tamanha dádiva de discernimento. Obrigado por tudo. Obrigado ao Pai, ao filho e ao Espírito Santo. Obrigado EDL. OBRIGADO BOB!
Luz pra nós!

Iago Luis Barbieri
14/04/2021 4:55 pm

Explendido post mestre Bob. ❤🔥

Shirley Oliveira
14/04/2021 6:32 pm

Que post incrível me deixou várias coisas pra pensar aqui.
Luz p´ra nós.

Sávio
14/04/2021 7:12 pm

gratidão mestre , interessante as duas pespctivas deles muito bom post , luz p´ra nós

Last edited 29 dias atrás by Sávio
Renan Fontanella
Admin
14/04/2021 10:01 pm

Damos graças. Luz p’ra nós.

Matheuzin
14/04/2021 10:18 pm

Valeu mestre !!!! Luz p’ra nós 🍎

Davi
15/04/2021 12:36 am

Felize grato por mais um conhecimento top, Luz p’ra nós !

Michelly
Admin
15/04/2021 4:42 am

Luz pra nós!

Last edited 28 dias atrás by Michelly
Ana Paula
14/04/2021 4:22 pm

Gratidão mestre por esse post e por me fazer enxergar o quão necessário é o paradoxo da vida, e de me fazer acordar para vida de Deus. E perdão por minhas falhas, que hoje entendo que são necessárias para que Deus seja o acerto, assim como sempre foi e sempre será! Luz p’ra nós!

Gutemberg Lima dos Santos
15/04/2021 1:12 pm

Gratidão mestre, ótima live e uma otima sintese sobre o conteúdo, deu pra absorver bastante entendimento, luz pra nos

Eduardo Donald
15/04/2021 3:17 pm

Muito boa síntese mestre! vários desdobramentos neste post.
Só tenho a agradecer!! tmj
Lpn!

Fábio souza
17/04/2021 9:34 pm

SENSACIONAL!
Demorei pra sintonizar e ler e vi quanto tempo perdi para apreciar esta incrivel obra!
Deus seja louvado Mestre!
e que se nome seja eternamente Glorificado.
Obrigado por tudo.
Lúz p´ra nós!

Jaques666
15/04/2021 8:30 am

Perdi essa live, mas irei ver. Riquíssimo conteúdo como sempre. Luz p’ra nós!

Romário Vieira
15/04/2021 2:40 pm

Apenas através do seu verbo que tive a oportunidade de compreender as religiões, os paradoxos existenciais e assim defender Deus e amar a sua Obra.
Excelente material, valeu Mestre.
Luz p’ra nós!

Leart’Luz
15/04/2021 8:32 pm

Incrível essa síntese da perspectiva, como tudo tem os seus diferentes ângulos e só sendo assim, se completam e mostram a Majestade de Deus!!
Isso eu só encontrei aqui!
Gratidão mestre Bob! Luz p’ra nós!
É muito melhor estar aqui e ser chamado de louco do que estar nesse mundo do erro onde não temos direção!

Matheus Reis Carmesini
Editor
18/04/2021 11:59 am

quando entendi oq vc explica que algo só é se comparado a seu contraste, que se um lado anula o outro, anula a si mesmo, que dia a noite precisam continuar conversando para que a vida se mantenha sendo, fui preenchido de uma paz e certeza de que tudo segue conforme a vontade de Deus, que esta tudo certo, que toda dor e sofrimento sao momentos que dao perspectiva pro alivio e paz, que qualquer movimento é melhor do que a agonia da morte nula, oq nos da força e discernimento para sobrevoar os teatros da vida e passar pelas… Read more »

Jucemar Mello
15/04/2021 12:09 pm

Gratidão pelo conteúdo! Luz pra nós!

André Dias
15/04/2021 8:10 pm

Aula única como sempre! Top! Gratidão!
Luz p’ra nós !!!

Victor Reis
15/04/2021 9:47 pm

Salve, Mestre! Maravilhoso. Te ver destrinchando essas temas históricos é um grande privilégio. Gratidão! Luz p’ra nós!

Gustavo Borba
15/04/2021 9:59 pm

Grato. Luz p’ra nós!

Luiz Cláudio
15/04/2021 11:24 pm

Gratidão por mais esse post, muito conhecimento em um só post, valeu mestre, luz pra nós!

Guilherme Monquero
16/04/2021 7:11 pm

Obrigado mestre! Luz p’ra nós! Não é tão comprido assim, foi uma leitura bem tranquila 😊

Gabriel Guimarães de Paula
17/04/2021 12:18 pm

Luz p’ra nós, eterna gratidão por tudo mestre!

Last edited 26 dias atrás by Gabriel Guimarães de Paula
José
17/04/2021 1:03 pm

Luz pra nós

Victor Hugo B. de Melo
Editor
17/04/2021 5:22 pm

Muito bom como sempre. Grato pelas ricas informações. Luz p’ra nós

Gustavo Kraemer
18/04/2021 9:39 am

Luz p’ra nós!!!

Rômulo Matheus Lins
16/04/2021 7:31 am

🙏🙏Vlw mestre!! Excelente post pra entender de forma mais profunda o paradoxo. Luz p’ra nós!!

error

Seja caminho para a Verdade

60
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas