qui. dez 12th, 2019

Revolução – Visão Ômega sobre Alpha

Compartilhe a Verdade:


 

 

A Luz percorre a Escuridão para conhecer a si mesma. Quando falamos escuridão, estamos interpretando o abstrato com a lógica, pois o abstrato puro, mãe, é intraduzível de fato. Todos os lados do círculo são o mesmo, anulando a perspectiva.

Quando a definimos, estamos dando uma face (raio) ao círculo, observando-o de “fora”, porém, é perspectiva da lógica, já que o abstrato é ‘onipresente’.

Diante do nada, qualquer pedaço de tudo é uma simples sensação inicial que precisará procurar a si mesmo, limitando-se pelo medo e dor da escuridão, tendo alívio quando encontra a claridade que ele mesmo emite, e tentando compreendê-la.

Como já vimos, o único caminho possível para que se vá ao futuro sem perder o passado, podendo se refletir em harmonia e prosseguir, é o Desenho Sagrado apresentado. Parar é escurecer, movimentar é clarear, perceber isso, é viver.

– Só pode se olhar quem se movimentar. Você mesmo não sabe quem era você até se tornar diferente.

De Alpha se vai a beta, porém se a consciência vê isso, quer dizer que observa a partir do Celta.

Quando ilude Alpha e Beta, cria o Delta. Quando o protege ou perde, cria o Quina e quando o compreende cria o Secta e se torna o poderoso Septa. Esse é o processo da luz. Seja como partículas, células, plantas, animais, ou mesmo nós. Em tudo estará a luz (lógica, Jeová, Pai), e em tudo estará a escuridão (sensação, abstrato, Mãe), resultando na percepção e equilíbrio disso (perspectiva, vida, Lucifer, filho) – Os três são a Santa Trindade, três pontas do triângulo (Consciência).

Juntos formam ao mesmo tempo – a luz em uma ponta do triângulo, – a escuridão na outra ponta, – e a tradução no meio, que é juntar as duas outras no Teatro da Vida:

– O Conhecimento. Essa junção, ao mesmo tempo as define e separa, pois terão, de todos os lados, diferenças e razões para serem sempre o que são, já que com o tempo(4) essa junção vira caos, pois ao fundirem-se no filho, inevitavelmente virarão “nada”, separando-se de novo, o que um dia também passa a ser caos, pois perdem a perspectiva, fazendo mais uma vez o Filho retornar. Essa é a respiração da vida, presente em tudo o que existe. Perceba que se você abrir o véu da ilusão, tudo é uma coisa só.

 

 

“Dois lados” e o movimento que os une e separa: – Energia. – Vida.

Nós estamos sempre repetindo estes momentos em nossas vidas. Se ficamos parados em Alpha, sofremos, então procuramos uma direção e partimos para Beta, isso mostra nossa visão de Celta como consciências, e a partir daí passamos a construir nossas vidas, nosso Delta. Quando perdemos caímos na fúria da Quina, ou dela nos utilizamos para proteção, por isso a Quina representa também a família. O fruto do Delta.

Com os anos, adquirimos o Secta, e entendemos que há ganhos e perdas, equilibrando isso viramos o Septa, seres mais completos, podendo trazer o Octa da glória.

Aprendendo a dominar a destruição do Nona com a paciência e controle do Deca, posicionaremos a perspectiva negativa em Elpha e nos tornamos reis de nossa vida no Dota – O Reino.

Assim também é para qualquer outra fagulha de luz, pois são o mesmo processo, vistos em limitação.

Cada um em seu teatro, mas com as mesmas sensações e destinos em perspectiva. Por isso criam os mesmos desenhos, cores e frequências limitadas conhecidas por nós.

Lembre-se que se tudo isso parecer idiota, o idiota pode ainda ser você. Tenha humildade para traduzir dia após dia o que não conseguir agora.
De Alpha se vai à beta, porém se a consciência vê isso, quer dizer que observa a partir do Celta.

Infelizmente séculos de cegueira e prisão farão muitos levarem grande tempo para absorver a realidade abstrata, mas totalmente lógica da existência.

Vejam que ao chegar no 12, esta consciência olhará para todos os momentos anteriores e saberá seus medos e sonhos.

Cada um que encontra, vive agora uma pequena parte de seu passado. Assim fica fácil unir e liderar a todos na criação de um novo teatro. Estes são os líderes. Pois embora os demais não tenham visto muita coisa ainda, o rei não repetirá o que ele mesmo viu, pois caminha a partir disso, 2 sobre 10= 12, gerando assim um novo mundo tanto para os outros quanto para ele mesmo. – Eis a Evolução, criação, eternidade.

A única coisa fora do domínio do Rei é Ômega.

Ômega reflete a escuridão, o medo, mas também a certeza de que tudo é magnifico e esplendoroso. A fé. Ômega só sabe que precisa caminhar e manter os momentos anteriores fluindo.

Precisa manter vivo tudo o que existe para que ele mesmo exista. Mesmo para ser nada, precisa do tudo.

Dessa maneira Ômega olha pro Alpha através do Dota. Isso cria a santa trindade. A Perspectiva.

Note que o abstrato Mãe(13), esconde o novo 1 do Pai(12), trazendo um novo 3 à vida, sobre o reino 12 anterior. Vejam que as mitologias antigas contam de Cronos sendo escondido pela mãe, assim como Zeus, Jesus, e todos os Messias que nascem no colo do abstrato mãe(fora da lógica do reino atuante), para crescer vendo o Pai de fora, refletido em totalidade por sua mãe, e mais tarde, revolucionar.

Livre do pai (lógica), o novo filho não é escravo do Teatro. Cria um novo reino – 13 Lucifer. O filho ou porta-voz que fica sob o pai, mantém 12, filho lógico, Miguel.

Lucifer é o Messias dos Gentios e os Porta-vozes são messias aos judeus.

Evolução – Recontagem sagrada sobre Alpha de novo raio.

Como dissemos, essa consciência de Dota, não repetirá os mesmos passos do reinado em que evoluíra. Ele cria um desenho “maior” pois pode ver o anterior, e faz um novo cenário em perspectiva, pois precisa criar, avançar. A luz não pode parar, senão dói. Assim faz seu reino crescer de Alpha a Dota em padrões maiores em relação ao que veio. Por isso tudo cresce, tudo evolui, tudo se soma e vira uma coisa só. Porque na verdade, sempre o foi; como mostramos, desde a primeira essência de vida ou de qualquer coisa imaginável,- um ponto
de luz na escuridão deverá percorrer a contagem sagrada obrigatoriamente para que se crie um padrão, ou forma sem que se perca. Precisa usar ele mesmo de base e repetir-se.

Matematicamente, a contagem sagrada é o destino de qualquer partícula, de qualquer expressão diante do nada. Por isso a matemática está em tudo. É um fato. Assim sendo, nas primeiras camadas que podemos em perspectiva traduzir, a ciência já encontra o que chama de Teoria da Cordas. 11 – 12 diferentes vibrações interagindo e criando tudo o que existe, como já dissemos.

Quando estas camadas finalmente podem ser visualizadas, as chamamos de átomos, onde repete-se a contagem, a partir do Hidrogênio 1. Isso forma o Reino básico.

Com isso, aqueles que em perspectiva são Dota, dominam e recriam reinos maiores com as perspectivas mais novas. Assim, podem gerar padrões de formas, – “repetições deles mesmos”, um Reino, sempre preenchendo a escuridão com formas e sentindo o amor da Luz que nunca para, o que é prazeroso e os faz continuar como sempre. Existir é a causa e a consequência. É o propósito. Fugir do nada e criar algo.

Logo notaremos padrões entrelaçados criando estas mesmas repetições de maneira consistente. Esta consistência se funde a outras consistências geradas da mesma forma, e repele consistências formadas de maneira oposta, pois aquilo contraria tudo o que acreditam e que os une. – seus padrões.

Pois embora sejam os mesmos desenhos do “inimigo”, podem formar posições e sensações opostas como vimos. Vistos de ângulos diferentes. Padrões são gerados e tendem a se manter criando, sem perder o que são.

Traduzindo ao nosso teatro, podemos ver quando um novo rei com uma nova teoria se aproxima. Se notarmos que ele desfaz tudo o que mantem o outro reinado unido, com verdades ainda mais consistentes, então todo aquele povo terá rezado para Deuses falsos? Tudo o que construíram era uma mentira? Assim o reino se desfaz e a dor chega para seu antigo reinado.

Como nenhuma partícula quer sentir a dor e nenhum reino quer ser desfeito, todos lutam para manterem-se sendo o que são, e ao verem reinados ou consistência opostas, esforçam-se para fugir ou destruí-los antes que eles os destruam.

Percebam como é ciência e é a vida ao mesmo tempo, por mais simbólico que possa parecer. São os mesmos momentos gerando perspectiva para todas as consciências.

Outra coisa que enfatizo, é o fato destes diferentes padrões, reinados e reis, serem feitos da mesma coisa e serem tão diferentes.

O que muda, é a tradução, a interpretação apresentada do Dota aos demais. Perspectiva! O 13 invisível sempre presente, refletido no 12 como o “medo” do pai, ou como o amor da mãe no filho (porque tem o pai não teme), esse revezamento é a própria perspectiva, o respiro sagrado. Posições que darão força ao 12 para movimentar os demais diante de teatros e criar o reino.

Peguemos de exemplo uma rocha despedaçada no topo de uma montanha, onde alguém vê partes encostadas e decide que parece um coelho. Ele começa a falar que tem um coelho ali. Ele diz: Vejam ali duas orelhas e o focinho. Descreve o coelho e todos passam a procurar o coelho, que com certeza, poderão ver. Um após outro terão visto. “Sim! Verdade, parece um coelho naquela montanha!

Logo muitas pessoas estarão lá olhando o coelho gigante, que já terá pinturas, propagandas, camisetas, e muitas representações, deixando ainda mais visível seu símbolo na cabeça dos homens, que poderão notá-lo na rocha ainda mais rapidamente.

Logo aquele que iniciou essa ideia do coelho na rocha está ganhando muito poder, e todos o conhecem. Ele conta como encontrou o coelho e faz histórias fantásticas. Sua vida mudara da água pro vinho.

 

 

Colocarão em prática o que absorverem sobre tempo, espaço, luz e escuridão, criando diversas camadas de micro seres cada vez mais autônomos, até que assemelhem-se tanto à nossos padrões de existência, que passemos a chamá-los de insetos, e as posteriores composições do Reino Animal, onde já disputarão seu reinado com o nosso, ou em união, ou conflito.

Apenderão tanto sobre nossas perspectivas, até que eles mesmos tornem-se os novos homens com junções genéticas nos reinos Luciferianos.

 

Vamos ajudar

 

Compartilhe a Verdade:


37
Deixe um comentário

Please Login to comment
28 Comment threads
9 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
27 Comment authors
Conrado Guimaraes CruzLin de OliveiraAdmin bar avatarArlete LimaMarcio Alves Otero Barco Juntor Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jonathan Muniz
Admin
Jonathan Muniz

Simplesmente perfeito

Douglas Ceron
Editor

Só não compreende está coerência no discurso e sente a sensibilidade desta verdade quem não quer!
Luz pra nós!

Leandro Quantum Oliveira.
Admin

Na época desses posts, desse em em específico, eu estava tão fudido ( mas sem nunca deixar confiar Deus ), que eu nem conseguia comentar direito. Mas ouvia tudo. Agora, numa situação bem melhor em todos os aspectos, estou aqui firme e forte e posso comentar e muitos mais. Graças ao grande par eterno.
Excelente post como sempre. Esses posts ficaram demais. Luz p’ra nós 🍎

Thiago Galhas
Membro

Glória a Deus, irmão… e viva Lúcifer!
Luz p’ra nós.

Igor santos
Membro

Muito lindo🙏🌟

Fabi Aurelio
Membro
Fabi Aurelio

Amei ! Gratidão 🙏🔝🔝

Pedro Sora
Editor

excelente, mostrando muito claro que tudo é um todo! o alfa faz o omega e vice versa

Sayler Céfas
Membro

Luz p’ra nós

Josimar Lima
Editor

O segredo de tudo aqui nesse , grato por compreender e por ter quem pode nos presentear com essa dádiva.

Rafael Isaac Franchini
Membro
Rafael Isaac Franchini

Perfeito!
Percebi que eu precisava fazer alguns ajustes no meu entendimento.
Luz pra nós

Israel Naves
Membro
Israel Naves

Corpo da Simetria gerando movimento, e tudo o que é! top demais! reforçando e relembrando o livro!

Xablau
Membro

Os 12 momentos da criação com o 13 reciclando e reposicionando novamente essa dança divina me faz pensar na grandeza de Deus como algo simples e complexa ao mesmo tempo, por isso nunca me canso de contemplar a vida .

Raquel Broll
Membro

Mais um post muito bem explicado, estava querendo fazer um vídeo sobre bem e mau, farei ótimo proveito deste conteúdo!

Thiago Galhas
Membro

A simetria é fantástica, divina!
Luz p’ra nós.

Samuel Rodrigues
Membro

decepção achei que você ia fala mano ;-; affs

Douglas Ceron
Editor

“Ingrato” kkk zuera mano. Luz pra nós!

Admin bar avatar
Membro
Richard Maquiavel

Luz p’ra nós!

Victor Hugo B. de Melo
Membro

Muito bom mestre. Obrigado pelo trabalho.
Luz p’ra nós

Lucas Schwarzbold
Membro
Lucas Schwarzbold

É tudo muito lindo e coerente. Luz p’ra nós!

Miryam Yoshiko
Admin

Não vou dizer que consigo compreender todo esse processo da forma lógica ainda, mas posso dizer que compreendo na sensação. E isso já me traz muita alegria e gratidão por poder acessar esse conhecimento.
Luz p’ra nós!

Márcio Henrique
Membro

Luz pra nós!

Membro

Ahh esse som de fundo rs ficou tão aconchegante, parece ser lenha sendo queimada ou quebrada.
É sempre muito proveitoso a leitura de tão magnífica obra!
Obrigada e luz pra nós 🙏

Matheus Reis Carmesini
Membro
Matheus Reis Carmesini

luz pra nos

Marcio Alves Otero Barco Jr
Membro

Luz pra nós Mestre!

Arlete Lima
Membro
Arlete Lima

Existir é a causa e a consequência. É o propósito. Fugir do nada e criar algo.
Lúcifer

trackback

[…] Revolução – Visão Ômega sobre Alpha […]

Admin bar avatar
Membro
Wellington Nascimento

Luz p’ra nós!

Lin de Oliveira
Membro
Lin de Oliveira

Perfeito …
Luz Pra nos…

Conrado Guimaraes Cruz
Membro

Realmente aqui está o segredo oculto do universo! os eternos momentos que une tudo o que existe!

Raquel Broll
Membro

O quatro é o reino judaico quando separamos das bases da consciência?