seg. abr 19th, 2021

WhatsApp lança no Brasil pagamentos pelo app

Compartilhe a Verdade!

Compartilhe a Verdade:


O WhatsApp anunciou nesta segunda-feira (15) um novo recurso de pagamentos para usuários no Brasil: será possível enviar e receber dinheiro sem taxas e sem sair do aplicativo, com a proteção da plataforma Facebook Pay.

Nesta fase inicial, será necessário ter um cartão de débito ou crédito das bandeiras Visa e Mastercard emitidos pelo Banco do Brasil, Nubank e Sicredi. No entanto, o WhatsApp permitirá que mais instituições financeiras participem do Pagamentos no futuro.

Basicamente, o usuário precisa cadastrar seu cartão na plataforma Facebook Pay e escolher uma senha numérica (PIN) de seis dígitos como proteção. Também é possível usar biometria, como leitor de digitais e reconhecimento facial, para autorizar transações. Então, usuários poderão enviar dinheiro sem pagar taxas. É necessário que seu contato esteja cadastrado no Facebook Pay para receber o dinheiro.

Empresas que usam o WhatsApp Business também podem participar dessa plataforma, só que pagarão uma taxa de processamento de 3,99% para receber pagamentos de clientes.

Em comunicado, o WhatsApp explica que o recurso de pagamentos será liberado de forma gradual, e estará disponível futuramente para todos os usuários no Brasil. Ou seja, talvez você tenha que esperar um pouco para experimentar.

O Brasil, por sua vez, é um excelente segundo candidato para esse lançamento: enquanto a Índia possui 400 milhões de usuários ativos mensais (UAM), o segundo maior mercado do WhatsApp é o Brasil, com 120 milhões de UAM.

Além disso, por aqui, ainda que existam outros serviços de pagamento digital, como o Google Pay e o Paytm, não há grandes competidores que ofereçam pagamento através de aplicativos de mensagens.

Por fim, o WhatsApp Business – uma plataforma do app dedicada exclusivamente aos negócios, que permite que pequenas e médias empresas publiquem catálogos e links no aplicativo – é popular no país, sendo que o app já era utilizado por empresas para a troca de informações e para a realização de pedidos de maneira informal muito antes desse canal ser implementado.

O novo serviço permitirá que o app lucre através de outros meios que não monetizar seus usuários através de anúncios e dados acumulados em torno deles, a principal renda hoje por trás das redes sociais do Zuckerberg, como Facebook e Instagram.

“Os mais de 10 milhões de pequenas e microempresas são o coração das comunidades brasileiras. Tornou-se uma segunda natureza enviar um zap a uma empresa para obter respostas às perguntas. Agora, além de visualizar o catálogo de uma loja, os clientes também poderão enviar pagamentos por produtos”, escreveu a empresa em seu blog.

Muitas questões sobre os pagamentos via WhatsApp permanecem em aberto, entretanto. Por exemplo, em quais regiões subsequentes o serviço será lançado e se ele trabalhará com outros métodos de pagamento além do Facebook Pay.

Além do mais, o app, que possui mais de dois bilhões de usuários, não é composto somente de negócios, e não ficou claro se remessas – transações nas quais as pessoas transferem dinheiro para amigos, familiares e empresas que estão frequentemente distantes – também poderão ser feitas.

Para empresas

Negócios poderão usar o recurso pelo WhatsApp Business. Será necessário cadastrar ou criar uma conta da Cielo pelo Facebook Pay, fornecendo dados como CNPJ, endereço e conta bancária da empresa. Após o cadastro, o aplicativo levará até três dias para liberar a função.

As empresas não precisam ter uma conta em uma das instituições parceiras para receber pagamentos. Cada transação terá uma taxa de 3,99% e o dinheiro será recebido em até dois dias úteis. Não há limite de transações desse tipo.

Já os clientes que quiserem pagar pelo WhatsApp precisarão ter um cartão de uma das instituições parcerias. Serão aceitos cartões de crédito e débito sem nenhum custo extra para o consumidor.

Entre pessoas físicas

Para realizar transferências, é necessário que as duas pessoas tenham conta em alguma das instituições financeiras credenciadas. As transações não têm taxa e são concluídas no mesmo dia, se respeitado o horário de funcionamento da instituição, ou no próximo dia útil. Na função, apenas cartões de débito serão aceitos.

É possível enviar até R$ 1 mil por transação e receber até 20 transações por dia, respeitando o limite de R$ 5 mil por mês. Cada transação realizada deverá ser liberada com uma senha (PIN) ou por biometria. Segundo a empresa, o mecanismo garante que nenhuma ação seja realizada sem o consentimento do usuário, mesmo que o smartphone seja perdido ou roubado.

Segundo o diretor de operações do WhatsApp, o objetivo é continuar aumentando o número de instituições parceiras para levar a ferramenta a mais usuários. “O Brasil é um grande e importante mercado. Queremos ajudar mais pessoas a aderir aos serviços de pagamento digitais e aumentar a consciência sobre eles”, diz ele.

 

Fonte: TechCrunch/Hypescience 

 

 

 

Luz p’ra Nós!

Compartilhe a Verdade:


5 1 vote
Article Rating

Compartilhe a Verdade!

Entre com:





Subscribe
Notify of
19 Comentários
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
Admin bar avatar
17/06/2020 4:17 pm

 
Que informação bacana, ótimo post!

flor da vida geometria sagrada.jpg
Luiz Cláudio
17/06/2020 6:41 pm

Luz p’ra nós!

Diosane Fortunato
17/06/2020 7:24 pm

Luz p’ra nós

Rômulo Matheus Lins
17/06/2020 7:47 pm

Luz p’ra nos!!

Maria Fernanda
17/06/2020 9:41 pm

Uau! Luz p’ra nós

Gustavo Borba
17/06/2020 9:53 pm

Luz p’ra nós!

Jonathan Muniz
18/06/2020 1:06 am

Luz p’ra nós!

Jeferson Vinicio
18/06/2020 2:17 am

Luz p’ra nós!

Camila Ribeiro
18/06/2020 9:52 am

Luz pra nós!

Arlete Lima
19/06/2020 11:16 am

Luz pra nós!

error

Seja caminho para a Verdade

19
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas